Estado de São Paulo Transparência ALESP
25/07/2011 17:09

São Carlos, capital do conhecimento e da tecnologia

Audiências Públicas do Orçamento 2012

Download
Estação Cultura

São Carlos é centro científico, tecnológico, educacional, industrial e agropecuário

A nona ci­dade a realizar audiência pú­blica promovida pela Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento da Assembleia Legislativa com o objetivo de ouvir as reivindicações da sociedade será São Carlos. A audiência acontecerá na Câmara Municipal local, em 5/9. Às 18h.



Localizada a 231 quilômetros da capital, e com 222 mil habitantes, São Carlos é a 13ª maior cidade do interior do Estado em número de residentes. Considerada um importante centro regional industrial, com economia fundamentada em atividades industriais e na agropecuária (neste setor, destaca-se a produção de cana-de-açúcar, laranja, leite e frango), São Carlos é servida por vários sistemas rodoviário e ferroviário e conta com unidades de produção de algumas empresas multinacionais, dentre as quais Volkswagen, Faber-Castell (a subsidiária são-carlense é a maior do grupo em todo o mundo, produzindo 1,5 bilhão de lápis por ano), Electrolux Tecumseh e Husqvarna. Algumas unidades de produção de empresas nacionais, dentre as quais Toalhas São Carlos, Tapetes São Carlos, Papel São Carlos, Prominas Brasil, Opto Eletrônica e Latina.

Atendendo às necessidades locais, e, em certos aspectos, regionais, há uma rede de comércio e serviços distribuída em lojas de rua, postos de conveniência e um shopping center da rede Iguatemi. No campo de pesquisas, além das universidades, estão presentes no município dois centros de desenvolvimento técnico da Embrapa.

Parque tecnológico

A característica educacional dá à cidade ainda outro título: Atenas Paulista. Isto faz de São Carlos um importante polo tecnológico, educacional e científico.

Privilegiada por sua localização, próximo ao centro geométrico do Estado de São Paulo, São Carlos se situa em uma região muito procurada para aplicação de capitais por ter grande capacidade de absorver os investimentos e beneficiada por rodovias e ferrovias.

O Polo de Alta Tecnologia teve início na segunda metade do século 20; mais tarde, a cidade foi confirmada como pólo industrial do interior do Estado, juntamente com cidades como Campinas, Sertãozinho, Franca, São José dos Campos, Santos e Ribeirão Preto e outras.

A presença de duas universidades finalmente catalisou a instalação de um parque de alta tecnologia, formado por duas unidades da Embrapa, pelo Centro Empresarial de Alta Tecnologia (Ceat), Centro de Inovaçãoe Tecnologia São Carlos (Citesc), a incubadora de empresas Centro de Desenvolvimento de Indústrias Nascentes (Cedin)e o Instituto Inova, gestor do Parque Eco-Tecnológico Damha.



Institutos de pesquisa



O município se destaca pela presença de instituições de pesquisa voltadas à alta tecnologia e possui grande número de empresas e centros tecnológicos, desenvolvidos em torno de duas das mais destacadas universidades do país: a Universidade Federal de São Carlos (Ufscar), e a Universidade de São Paulo (USP), com dois campi em São Carlos.

Além da USP, da Ufscar, e do Instituto Federal de São Paulo (IFSP), a cidade possui duas instituições privadas de ensino superior: o Centro Universitário Central Paulista (Unicep) e a Faculdades Integradas de São Carlos (Fadisc), e os centros de formação profissional do Senai, Sesi, Sesc, Senac, Atheneu e Escola Técnica Estadual Paulino Botelho. Temos que considerar também as universidades próximas, como é o caso do campus de Araras da universidade Federal de São Carlos.

Atualmente, está sendo construído no Parque Eco-Tecnológico Damha, e uma indústria de semicondutores de marca Simetrix Corporation, que será a 1° do ramo de semicondutores da América Latina. Serão produzidos chips de memória ferroelétrica para e utilização em bilhetes de transporte coletivo, transações bancárias, telefonia móvel e tevê digital. Isso consolida mais um título à São Carlos, como a cidade da nanotecnologia brasileira.



Cidades-irmãs



Cidades-irmãs é uma iniciativa do Núcleo das Relações Internacionais da Prefeitura de São Carlos, que busca a integração entre a cidade e demais municípios nacionais e estrangeiros.

A integração entre os municípios é firmada por meio de convênios de cooperação, que têm o objetivo de assegurar a manutenção da paz entre os povos, baseada na fraternidade, felicidade, amizade e respeito recíproco entre as nações.

São Carlos possui oficialmente quatro cidades-irmãs: Coimbra, em Portugal (1970); Santa Cruz (RN), no Brasil; Tecumseh, nos Estados Unidos (1997) e Santa Clara, em Cuba (2005).

Aos 154 anos, mais da metade da população são-carlense ou carlopolitana é descendente de italianos, tanto que a cidade era conhecida na Itália como Piccola Italia. O restante é composta principalmente por descendentes de espanhóis, sírio-libaneses, portugueses, africanos, alemães, e japoneses, embora muitos tenham origem mista.

Parque ecológico em São Carlos Câmara Municipal de São Carlos São Carlos