Estado de São Paulo Transparência ALESP
 Envie      Impressão
10/03/2017 20:08

Da Tribuna

Da Divisão de Taquigrafia da Assembleia


LECI BRANDÃO - Comenta caso de caloura de 17 anos, da Fundação Getúlio Vargas, ofendida durante um campeonato esportivo pelo fato de ser negra. Repudia atos de racismo, os quais, a seu ver, devem ser combatidos.

PRESIDENTE CORONEL TELHADA - Considera que os estudantes envolvidos no ato mencionado pela deputada Leci Brandão deveriam responder à Justiça pelo crime de racismo. Convoca os Srs. Deputados para sessão solene a realizar-se em 27/03, às 20h, com a finalidade de "Homenagear a Ordem Internacional das Filhas de Jó", por solicitação do deputado Luiz Carlos Gondim.

CORONEL TELHADA - Anuncia a visita do vice-cônsul dos Estados Unidos para assuntos políticos, Byron Hartman, e de sua assessora, Luna Arlete Salvador. Menciona que esteve hoje em solenidade de aniversário do Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Estado, em Franco da Rocha. Deseja sucesso aos novos dirigentes da corporação. Lê carta de cidadão chamado Roberto Reis, que tece elogios à Polícia Militar por serviço prestado a sua família. Cobra do governo estadual que os aprovados em concurso público das Polícias Civil e Militar sejam chamados para tomar posse dos cargos. Defende reajuste salarial para a categoria.

CORONEL CAMILO - Para comunicação, endossa as palavras do deputado Coronel Telhada em relação à necessidade de nomeação dos aprovados em concurso público. Adiciona que dentistas e veterinários da carreira policial também deveriam ser empossados com celeridade.

CORONEL CAMILO - Discorda de críticas feitas pelo deputado Carlos Giannazi à Polícia Militar do Estado, na sessão de ontem. Cita os princípios que norteiam a instituição. Justifica ações da polícia que têm como objetivo o restabelecimento da ordem pública.

CORONEL TELHADA - Faz coro às palavras do deputado Coronel Camilo quanto à importância da Polícia Militar.

JOOJI HATO - Sugere a realização de blitze do desarmamento nos portões da Cidade Universitária de São Paulo (USP), além da instalação de câmeras de segurança pelo campus. Comenta a existência de dispositivo que detecta a saúde de árvores. Menciona que a utilização do aparelho facilitaria o processo de identificação de árvores com risco de queda na cidade de São Paulo.