Carregando...

Notícias

30/01/2015 19:00

Suplentes assumem em vagas de estaduais eleitos federais

Cerimônia de posse ocorre no domingo, na Assembleia Legislativa

Marisa Mello

Neste domingo, 1/2, seis suplentes vão tomar posse no Legislativo paulista em vagas de deputados estaduais eleitos federais no último pleito e que serão empossados na mesma data em Brasília. Entre os federais eleitos está o presidente da Assembleia, Samuel Moreira, que será substituído no cargo pelo primeiro vice-presidente da Casa, deputado Chico Sardelli (PV). A cerimônia acontece na Assembleia Legislativa, às 10h. Confira as biografias dos novos deputados estaduais, que permanecem no Parlamento paulista até 15/3:



Ulisses Sales (PSD) - em vaga de Samuel Moreira (PSDB)

Nascido em 24/4/1977, em São Paulo, se candidatou em 2010 e foi eleito pela coligação DEM/PSDB, com 61.550 votos. Começou a vida profissional, de maneira empreendedora, aos 16 anos, como estampador de camisetas. Hoje é advogado com especialização em Direito Tributário.



Roberto Felício (PT) - em vaga de Ana Perugini (PT)

Professor, nascido em Itapuí (SP), reside atualmente em Piracicaba, e obteve 51.193 votos em 2010. Iniciou sua militância sindical na greve dos professores de 1978. A partir de 1985, integrou a diretoria da Associação dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), da qual foi presidente por duas gestões, em 1993 e 1999. Presidiu a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) por dois mandatos, de 1989 a 1993. Foi um dos fundadores da CUT. Foi deputado por dois mandatos, de 2003 a 2011, tendo focado sua luta em projetos voltados à melhoria da educação e dos serviços públicos.



Constância Félix (PDT) - em vaga de Major Olímpio (PDT)

Ex-primeira-dama de Limeira, Constância Félix (PDT) é empresária, tem 57 anos e nasceu em Manhuaçu (MG). Esteve oito anos à frente do Fundo Social de Solidariedade, quando seu marido, Silvio Félix, era prefeito de Limeira. Obteve 50.831 votos em 2010.



Dilador Borges (PSDB) - em vaga de Bruno Covas (PSDB)

Nascido em Itapagipe (MG), trabalhou na roça até os 18 anos e iniciou o curso primário aos 12. Aos 22 mudou-se para São José do Rio Preto, onde trabalhou como bancário e vendedor de pneus. Formou-se em Direito aos 32 anos. Em 1985, foi promovido a gerente de vendas do Grupo Votorantim, transferindo-se para Araçatuba. Atualmente é sócio-proprietário da Basical, com matriz em Araçatuba, e da Cimcal, com matriz em Osvaldo Cruz. Em 2008, disputou pelo PSDB a prefeitura de Araçatuba e obteve 42.232 mil votos. Em 2010, obteve 62.338 votos para deputado estadual.



Uebe Rezek (PMDB) - em vaga de Baleia Rossi (PMDB)

Natural de Colina, Uebe Rezeck, 70 anos, formou-se médico em 1962. Em Barretos, em 1969, fundou o Hospital São Jorge. Foi vice-prefeito da cidade de 1969 a 1973, secretário estadual dos Negócios do Interior e secretário-adjunto do Ministério da Indústria e do Comércio. Elegeu-se deputado estadual em 1990 e em 1994. Foi prefeito de Barretos de 1983 a 1987, de 1996 a 2000 e de 2000 a 2004. Com 52.587 votos foi eleito, em 2006, deputado estadual pelo PMDB.



Vitor Sapienza (PPS) - em vaga de Alex Manente (PPS)

Nascido em São Paulo, neto de imigrantes italianos, Vitor Sapienza formou-se em Economia pela PUC. Fiscal de Rendas se aposentou como delegado tributário da Grande São Paulo. Em 1986 ingressou na política. Eleito deputado estadual, foi presidente da Assembleia paulista, de 1993 a 1995. Considerado um dos mais atuantes parlamentares, é autor de leis que reduziram e isentaram de impostos alimentos da cesta básica e de dotações financeiras para santas casas do Estado.