Aprovado na Alesp, governo cria o 1º Distrito Turístico do Estado de São Paulo, em Olímpia

Iniciativa deve atrair mais investimentos à cidade, fortalecer o turismo paulista, gerar emprego e renda
02/09/2021 19:26 | Turismo | Barbara Moreira - Foto: Prefeitura de Olímpia

Compartilhar:

Olímpia<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-09-2021/fg273296.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

O primeiro Distrito Turístico do Estado de São Paulo foi criado nesta quinta-feira (2/9), em Olímpia, município da região noroeste paulista. A medida, que deve atrair investimentos à cidade e impulsionar o setor turístico local, se tornou possível após aprovação de lei pelos deputados e deputadas da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, em junho.

O decreto foi assinado pelo governador João Doria durante visita à Olímpia. O presidente da Alesp, deputado Carlão Pignatari, acompanhou a cerimônia ao lado do secretário de Estado de Turismo e Viagens, Vinicius Lummertz; do deputado federal Geninho Zuliani (DEM/SP); e do prefeito de Olímpia, Fernando Cunha, além de outras autoridades.

Carlão Pignatari afirmou que a Lei 17.374/2021, que cria os distritos turísticos paulistas, vai atrair emprego, renda e mais investimentos para o Estado, além de impulsionar o turismo, tornando o setor mais competitivo e facilitando o seu desenvolvimento. "Quando se tornam distritos turísticos, os municípios passam a ter mais condições para atrair investimentos e potencializar o turismo de toda a região", afirmou.

Para se tornarem distritos turísticos, as cidades devem estar em uma área de interesse cultural, histórico, ambiental, urbanístico ou econômico, e apresentar condições propícias para o turismo nacional ou internacional. A relevância paisagística, arquitetônica, étnica e cultural; e a presença de complexos de lazer e parques temáticos também são consideradas.

O município, que já era uma estância turística, e abriga empreendimentos como os parques aquáticos Thermas dos Laranjais e Hot Beach Olímpia, atende os critérios. Nesta quinta-feira, o conjunto de atrações da cidade recebeu ainda um novo resort. Com mil apartamentos e capacidade de recepcionar até 6 mil hóspedes, o Solar das Águas Park Resort é o maior empreendimento multipropriedade do Brasil.

Com o novo status e o desenvolvimento que isso deve trazer, o número de visitantes da cidade, que atualmente gira em torno dos três milhões anuais, deve dobrar em curto prazo, afirma o governo.

O desenvolvimento da região deve ser impulsionado ainda mais com a recente criação da Região Metropolitana de São José do Rio Preto, da qual Olímpia faz parte junto com outras 36 cidades. A medida foi aprovada pela Alesp no dia 10 de agosto e vai contemplar aproximadamente 1 milhão de habitantes.