Educação e aprovação do PDL 22 são assuntos na Tribuna Virtual

Parlamentar também parabeniza a cidade de Mogi das Cruzes que completou 461 anos
02/09/2021 15:30 | Tribuna Virtual | Gerson Nichollas - Foto: José Antonio Teixeira

Compartilhar:

Carlos Giannazi na Tribuna Virtual<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-09-2021/fg273279.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Carlos Giannazi na Tribuna Virtual<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-09-2021/fg273280.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

Na Tribuna Virtual desta quinta-feira (2/9), assuntos relacionados a educação em Mogi das Cruzes e Presidente Bernardes, além do Projeto de Decreto Legislativo 22/2020 (PDL 22/20) - que anula os descontos adicionais sobre aposentadorias e pensões de servidores públicos estaduais - foram debatidos.

O deputado Carlos Giannazi iniciou o programa parabenizando o município de Mogi das Cruzes, que completou 461 anos na última quarta-feira (1/9). Além disso, o parlamentar afirmou que recebeu diversas denúncias da comunidade escolar da cidade, classificando a atual gestão da Secretaria da Educação de Mogi das Cruzes como "autoritária".

"A situação da cidade é muito grave, sobretudo na área da educação. Eu tenho recebido muitas denúncias da comunidade escolar, de que foi implantada uma gestão autoritária na Secretaria de Educação. O secretário comete assédio político contra os profissionais da educação, não respeitando a gestão democrática da escola pública como rege a nossa Constituição Federal", afirmou o parlamentar.

Giannazi também fez um apelo ao prefeito de Presidente Bernardes, Nadinho, para realizar a reabertura de uma escola, no assentamento Rodeio, que tem o nome do educador Paulo Freire.

"Em um assentamento onde tem dezenas de crianças, essa escola está fechada há mais de três anos. Os moradores relataram que o governo transporta as crianças para escolas distantes da região. Isso é uma agressão ao erário público, as crianças e a comunidade escolar", disse.

Por fim, Giannazi pediu apoio aos deputados da Casa para que votem pela aprovação do PDL 22, que está tramitando em regime de urgência na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. Ademais, o parlamentar relatou que esteve em Presidente Prudente recentemente onde participou de uma manifestação em prol do propositura.