Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Santos obtém reclassificação


03/07/2019 13:32 | Atividade Parlamentar | Da Assessoria do deputado Professor Kenny

Compartilhar:

Professor Kenny (ao centro)<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-07-2019/fg236748.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

Após mais de um mês de expectativa, o deputado Professor Kenny recebeu, em 2/7, a notícia de que a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Santos passa a ser classificada como de "1ª classe" pelo Governo do Estado. Em reunião realizada no dia 27/5, o delegado Manoel Gatto Neto, chefe do Departamento de Polícia Judiciária do Interior 6 (Deinter 6), informou ao parlamentar de que todos os trâmites necessários já haviam sido realizados para a mudança de status.

No início daquele mês, o progressista apresentou na Assembleia Legislativa de São Paulo um requerimento solicitando a reclassificação do órgão " a exemplo do que já havia ocorrido em outras delegacias que começaram a atender 24 horas, como as de Sorocaba e Campinas.

"As portas passaram a ficar abertas em tempo integral, mas o número de funcionários permanecia o mesmo. Eles tinham que se desdobrar para conseguir realizar o trabalho", disse o deputado. "A mudança permitirá um reforço de pessoal".

No mesmo dia 27/5, Kenny esteve também com a vereadora Audrey Kleys " que encaminhou a demanda à Alesp " na DDM, onde ouviram as reivindicações da delegada Fernanda Souza, responsável pela sede santista.