Visita ao HMU constata falta de materiais

As matérias da seção Atividade Parlamentar são de inteira responsabilidade dos parlamentares e de suas assessorias de imprensa. São devidamente assinadas e não refletem, necessariamente, a opinião institucional da Assembleia Legislativa de São Paulo.
03/11/2020 17:12 | Atividade Parlamentar | Da assessoria do deputado Marcio Nakashima

Compartilhar:

Marcio Nakashima<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-11-2020/fg257042.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

Imagine um hospital que não tem luvas, gazes, curativos, fio de nylon para sutura, entre outros materiais de primeiros-socorros e, para seguir atendendo à população conta com insumos arrecadados das UBSs (unidades básicas de saúde), Samu e doações?

Essa foi a situação encontrada pelo deputado Marcio Nakashima durante visita surpresa na última segunda-feira, 26/10, ao HMU. Dias antes, ele recebeu inúmeras denúncias, por meio das redes sociais, acerca dos problemas na unidade. Nakashima percorreu as principais alas do hospital, conversou com profissionais da saúde e pacientes que confirmaram a grave situação.

No setor de suprimentos, o deputado obteve uma lista com cerca de 40 itens em falta no hospital. São materiais e insumos essenciais para a realização de procedimentos que vão desde um simples curativo até uma cirurgia mais complexa.

Ele foi informado que o repasse mensal de cerca de 6 milhões feitos pela Prefeitura à OS Santa Casa de Birigui, gestora do HMU, estão sendo feitos com atraso.

Convidado a participar de uma reunião com o secretário da Saúde, José Mário, técnicos do HMU e conselheiros municipais, Marcio Nakashima informou que reportaria a situação ao Ministério Público, Conselho Regional de Medicina, Conselho Regional de Enfermagem e Secretaria de Estado da Saúde.