Corpo de Bombeiros lança livro sobre sua história


03/12/2018 11:24 | Evento | Ines Jordana - Fotos: José Antonio Teixeira


Representantes do Corpo de Bombeiros e policiais estiveram na Alesp na última semana para lançar o livro "Éramos Vinte - a história do Corpo de Bombeiros de São Paulo", que pretende resgatar por meio de imagens a memória da corporação, registrando a trajetória da cidade de São Paulo. O evento ocorreu no Hall Monumental, na quinta-feira (29/11).

O deputado Coronel Camilo (PSD), ex-membro dos Bombeiros, esteve no evento e foi presenteado com um dos exemplares. Para o parlamentar, a materialização da história em livro foi importante para trazer à população conhecimento e informação sobre o surgimento da corporação. "Nós precisamos mostrar as coisas importantes e registrar o trabalho fantástico desses heróis do fogo", disse.

O lançamento contou com o suporte da Fundação de Apoio ao Corpo de Bombeiros (Fundabom), que contribuiu na elaboração da obra. A fundação pretende aproximar a sociedade das ações prestadas pelo Corpo de Bombeiros, com palestras, cursos, treinamentos e atuação em ensino e pesquisa de desenvolvimento institucional.

Para a jornalista Tânia Galluzzi, autora de textos que compõem o livro, o principal é contar a história das mulheres na instituição. "Buscamos aproximar o Corpo de Bombeiros da sociedade para que a população conheça sua história, para que se eternize", falou.

O 37º comandante Carlos Schmidt vivenciou muitos casos dentro da corporação, e falou sobre a emoção que sentiu estando presente no lançamento: "Fico emocionado porque já vivi esses momentos muitas vezes. Fico sem palavras para descrever".

"É um resgate memorável dessa belíssima história. A corporação é um orgulho dos paulistas. É uma honra marchar ao lado desses heróis", disse o coronel Marcelo Vieira, comandante geral da Polícia Militar.

O livro destaca imagens de viaturas usadas de 1911, memórias da época de 1930 e grandes incêndios que ocorreram na cidade de São Paulo. A obra também teve apoio do Ministério da Cultura e do Governo do Estado de São Paulo - representado no evento pelo secretário de Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho.