Alesp aprova medida que oferece justiça gratuita para agentes penitenciários e socioeducativos


07/01/2019 17:59 | Projeto aprovado | Ines Jordana

Imagem ilustrativa (fonte: Freepik)<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-01-2019/fg229159.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

Um projeto de lei aprovado na Assembleia Legislativa beneficia com assistência jurídica gratuita os funcionários da Secretaria de Administração Penitenciária e da Fundação Casa.

Para o deputado Coronel Telhada (PP), o projeto busca dar tranquilidade aos responsáveis pela segurança da cidade, dos bairros, das instituições escolares e das áreas de lazer. "Caso o funcionário pratique um crime em razão do serviço ele terá a assistência jurídica dada pelo estado", afirmou o autor da iniciativa.

Funcionários de Programas de Policiamento Integrado, Forças Táticas, Comunitários, Radiopatrulha e o Programa de Policiamento com Motocicletas (ROCAM) também terão assistência jurídica gratuita prestada.

Telhada explica que a assistência da Defensoria Pública do Estado é direito desses profissionais. "Hoje eles são obrigados a gastar um dinheiro que não tem com advogado. Trabalhando para o estado merecem ser cuidados pelo estado", defendeu.

O Projeto de Lei n° 352/2018 foi aprovado em 13/12 pelo plenário da Alesp e ainda depende da sanção do governador para entrar em vigor.