Para ex-secretário de Saúde, a Furp era deficitária antes da construção de nova fábrica


08/10/2019 15:45 | Fundação para o Remédio Popular | Lucas Pascoto - Fotos: Marco Antonio Cardelino

David Uip e Edmir Chedid<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-10-2019/fg241403.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Alex de Madureira e Agente Federal Danilo Balas<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-10-2019/fg241405.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> David Uip<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-10-2019/fg241406.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> David Uip e Edmir Chedid	<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-10-2019/fg241407.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> CPI - FURP - Fundação para o Remédio Popular<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-10-2019/fg241408.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

Os parlamentares que integram a CPI da Fundação para o Remédio Popular (Furp) receberam na reunião desta terça-feira (8/10) o ex-secretário estadual de Saúde David Uip, que esteve à frente da pasta de 2013 até 2018. Segundo ele, a Furp não dava lucro para o Estado mesmo antes da conclusão da fábrica de Américo Brasiliense. "Não dá pra falarmos que a fábrica estava dando certo e que de repente desandou. Era uma fábrica com problemas, com um prejuízo acumulado de R$ 110 milhões somados com uma nova fábrica que custou R$ 65 milhões depois que as obras foram concluídas até o inicio da operação".

Para a deputada Beth Sahão (PT), a falta de investimentos piorou a situação financeira da Fundação. "Uma empresa que produz medicamentos precisa de investimentos ou fica sucateada. Não podem comprar novos equipamentos, embalagens, matéria prima, então era preciso ter destinado uma verba maior para a Furp. Como isso não foi feito acabou comprometendo ainda mais o orçamento da empresa".

Segundo o deputado Edmir Chedid (DEM), presidente da CPI, a melhor alternativa seria entregar a Furp para o Instituto Butantã fazer a gestão das fábricas. "Se no Instituto Butantã há recursos de sobra e ele é superavitário, deveríamos fazer um ajuste das contas. Se um é superavitário e outro é deficitário precisamos achar um equilíbrio das contas dessas entidades".

Além dos deputados citados estiveram presentes: Agente Federal Danilo Balas, Alex de Madureira, André do Prado, Caio França, Carla Morando, Carlão Pignatari, Delegado Olim e Thiago Auricchio.