Audiência pública contra o Escola sem Partido


08/11/2018 11:05 | Atividade Parlamentar | Da assessoria do deputado Carlos Giannazi

Carlos Giannazi (ao microfone)<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-11-2018/fg227380.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

O professor e deputado Carlos Giannazi realizará no próximo dia 13/11, às 19 horas, na Alesp, uma grande audiência pública contra a onda autoritária de intimidação e perseguição ao magistério. O evento é público e aberto à participação de todos.

Giannazi foi pioneiro e disponibilizou a todas as professoras e professores canais de denúncia diretos por Whatsapp, telefone e redes sociais, contra qualquer tipo de intimidação e censura sofridas no exercício da profissão.

Mesmo contrariando a Constituição e a lei, há anos uma direita furiosa tenta implantar o programa Escola sem Partido. Na Assembleia paulista, o projeto foi barrado na Comissão de Educação e Cultura, em que Giannazi, como membro permanente, foi nomeado relator e elaborou o parecer contrário que prosperou. Giannazi também é o autor do projeto de lei que cria o Escola com Liberdade (PL 587/16), por uma educação livre, reflexiva e cidadã!

A Constituição diz que a educação visa ao pleno desenvolvimento da pessoa, com seu preparo para o exercício da cidadania (artigo 205), e assegura ao educador o direito à liberdade de cátedra, ou seja, uma sala de aula com liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar o pensamento, a arte e o saber (artigo 206, II), com pluralismo de ideias e concepções pedagógicas (artigo 206, III).