Líder do PSL nos 40 dias pela vida


08/11/2019 11:59 | Atividade Parlamentar | Da assessoria da Bancada do PSL

Gil Diniz  (ao centro)<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-11-2019/fg243606.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

O deputado Gil Diniz participou da vigília do movimento "40 dias pela vida", que reuniu um grande grupo pró-vida em frente ao Hospital Pérola Byington. O Hospital realiza abortos legais, mas nem sempre com a transparência necessária.

O "40 dias pela vida" (40 Days for Life) é um movimento pacífico e suprareligioso, que reúne católicos, protestantes e espíritas que compartilham do apreço pelo valor da vida humana.

O movimento surgiu no Texas em frente a uma clínica de aborto da Parent Planethood, organização responsável pelo assassinato de centenas de milhares de crianças nos EUA, a maioria negra. Nos EUA o aborto é legal, mas no Brasil a prática é ILEGAL, ainda que existam excludentes de punibilidade.

A campanha de 40 dias acompanha a história bíblica, onde Deus usou períodos de 40 dias para transformar indivíduos, comunidades, e o mundo inteiro. De Noé no dilúvio a Moisés na montanha e os discípulos após a ressurreição de Cristo.

O grupo pró-vida reunido em frente ao Pérola Byington limitou-se a rezar pelo fim do aborto e tinha autorização para estar no local, ainda assim foi duramente confrontado por grupos feministas.

Gil, que lançou a Frente Parlamentar em Defesa da Vida em setembro deste ano na Alesp, fez questão de tomar parte do movimento, e declarou: "vim colocar meu mandato à disposição do Movimento e agora vamos acompanhar de perto a situação. Temos todo o direito de defender a vida desde a sua concepção!"