Privatização de empresas públicas é discutida em audiência


09/04/2019 15:24 | Audiência Pública | Isabella Tuma - Fotos: Marco Antonio Cardelino

Público presente<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-04-2019/fg232554.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Márcia Lia, Luiz Fernando e Carlos Giannazi<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-04-2019/fg232555.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Mesa da audiência	<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-04-2019/fg232556.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Público presente<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-04-2019/fg232557.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

A Alesp sediou uma audiência pública para debater um projeto que inclui empresas no Programa Estadual de Desestatização (PED). A reunião " solicitada pelo presidente da Casa, deputado Cauê Macris (PSDB) - ocorreu na terça-feira (9/4), no auditório Paulo Kobayashi.

O Projeto de Lei 1/2019, de autoria do governador, inclui no PED a Desenvolvimento Rodoviário SA (Dersa), a Companhia Paulista de Obras e Serviços (CPOS), a Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano SA (Emplasa), a Companhia de Desenvolvimento Agrícola de São Paulo (Codasp), a Imprensa Oficial do Estado SA (Imesp) e a Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo (Prodesp). O objetivo é autorizar venda de ações e tornar possível transformar, fundir, cindir, incorporar ou extinguir tais sociedades.

Para a deputada Isa Penna (PSOL), "o projeto é lamentável, pois significa venda de patrimônio público". Ela também questionou para que serão utilizadas as informações geradas por essas empresas.

O deputado Gilmaci Santos (PRB) ressaltou a importância de ouvir funcionários das empresas e as opiniões divergentes. "Todos trouxeram dados e realidades interessantes e expuseram aqui suas ideias e necessidades. A partir de hoje, começa uma batalha grande em relação aos funcionários e às instituições. Enfrentaremos uma grande jornada de plenário", afirmou.

Estiveram presentes na reunião os deputados Beth Sahão, Luiz Fernando Ferreira, Márcia Lia, Paulo Fiorilo, Professora Bebel e Teonilio Barba (todos do PT), Carla Morando e Carlão Pignatari (ambos do PSDB), Carlos Giannazi (PSOL), Daniel José (NOVO), Delegado Olim (PP), Dirceu Dalben (PR), Dra. Damaris Moura (PHS), Leci Brandão (PCdoB), Vinícius Camarinha (PSB) e Wellington Moura (PRB).