Confira o bate papo com o deputado Arthur do Val


09/08/2019 14:21 | Diga Deputado | Manuela Sá - Fotos: Carol Jacob

Arthur do Val	<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-08-2019/fg237050.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Arthur do Val<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-08-2019/fg237040.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Arthur do Val<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-08-2019/fg237041.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Arthur do Val<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-08-2019/fg237042.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Arthur do Val<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-07-2019/fg237039.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

Nestes próximos dias, vamos conhecer um pouco mais sobre as expectativas dos principais personagens do legislativo estadual paulista para os próximos quatro anos: os deputados.

Depois de quatro meses de mandato, o que será que eles esperam? Em quem eles se inspiram? Quais as prioridades de cada gabinete?

A entrevista desta edição é com o deputado Arthur do Val.

Quatro últimos meses

As pessoas me perguntam com frequência: - você teve surpresa quando entrou na Alesp? E respondo que não, porque já a conhecia. Desde o início do ativismo político meu e do MBL, estive próximo da atividade do legislativo. Muita gente acha que eu sou um animal e que eu vim aqui brigar com todo mundo, mas não é isso. Pode não parecer, mas eu converso com todos os parlamentares e tenho um bom diálogo com todos eles. Mas você ter diálogo é uma coisa, conseguir aprovar um projeto já passa muitas vezes por aquela questão de "não bate em mim aqui, não fala tal coisa", e isso eu nunca vou fazer. Há, portanto, uma questão complicada do equilíbrio.

Projetos, legado e futuro

Eu odeio essas pautas genéricas do tipo "não sou contra a corrupção, sou a favor da paz mundial. Trabalho pela saúde, pela educação do nosso povo"... é a última coisa que eu quero deixar de legado. Os deputados mais corruptos têm isso como bandeira. Quero ser um deputado diferente em todos os sentidos. Eu sou o deputado mais austero da casa, eu tenho o gabinete mais barato, eu abri mão de todos os benefícios a que temos direito aqui como auxilio moradia, motorista, carro oficial e etc. A minha postura é coerente e quero ser sempre lembrado como um parlamentar que teve um mandato austero e de uma postura extremamente diferente do que estamos acostumados a ver.

Nestes últimos meses eu apresentei três projetos: o performance bond, que é aquele seguro anti-corrupção em obras; a isenção de IPI e IPVA para motoristas profissionais de aplicativos que comprovarem um número de viagens por ano, além do fim do auxílio-moradia na Alesp. Apresentar projeto é fácil, o difícil é articular para eles passarem. E como tenho uma postura muito combativa dentro da Casa acho um pouco complicado conseguir fazer com que esses projetos passem. A postura combativa serve, inclusive, para deter maus projetos. Eu exponho o que acho ruim como o aumento de salário dos fiscais de renda, o aumento de salário dos servidores da Alesp, o excesso de regulação e etc. Nosso trabalho intenso irá sempre neste sentido, o de expor e mostrar justamente o que é ruim e tentar barrar esses projetos.

Inspiração e referências

São tantas as pessoas que eu admiro que ficaria injusto escolher somente um nome, mas vou citar um grande brasileiro que é o Roberto Campos Sales. Um grande liberal, inclusive em um tempo que o liberalismo econômico não era modinha e ele bateu de frente com todo esquerdismo no auge do nosso país.

Fora da política eu vou citar - e provavelmente ninguém vai conhecer - o James Stewart, conhecido como Buba. É um piloto de MotoCross que, para mim, mostra o esporte da forma como eu espero de um atleta. Eu sou um cara muito ligado à história de superação no esporte que é realmente algo muito difícil.