Encontro discute as complicações do diabetes


10/08/2018 16:12 | Audiência Pública | Leonardo Battani - Fotos: Carol Jacob

Arnaldo Bordon, Simone Keiko Shinne, Carmela Maggiuzzo, Paulo Turci, Vanessa Pirolo, Denise Ludovico, Maria Júlia Araújo e Reinaldo Barreiros  <a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-08-2018/fg226574.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Mesa da audiência pública<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-08-2018/fg226573.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Mesa da audiência pública<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-08-2018/fg226572.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Paulo Turci e Vanessa Pirolo<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-08-2018/fg226575.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Vanessa Pirolo<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-08-2018/fg226576.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Paulo Turci<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-08-2018/fg226577.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Carmela Maggiuzzo<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-08-2018/fg226578.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

O auditório Paulo Kobayashi recebeu na quinta-feira (9/8) uma audiência pública para discutir as doenças ocasionadas pelo diabetes, em especial a retinopatia. São cerca de 150 mil casos ao ano, segundo o Hospital Israelita Albert Einstein.

A retinopatia diabética (RD) surge a partir do descontrole da glicemia, afetando pequenos vasos da retina - responsável pela formação das imagens enviadas ao cérebro - de ambos os olhos. Se não for diagnosticada e tratada precocemente, a doença poderá levar à cegueira irreversível.

Segundo o secretário geral da Sociedade Brasileira de Retina e Vítreo (SBRV) Arnaldo Bordon, o controle da doença deve fazer parte de um ciclo harmonioso entre conscientização, pre­ven­­ção, rastreamento e educação continuada.

O médico explicou que cerca de 12% dos pacientes portadores de retinopatia já chegam cegos nas consultas. O diagnóstico é feito por meio de mapeamento da retina. "Muitas vezes as pessoas costumam dizer que enxergam bem, mas possuem a doença. Não existe o costume de fazer o exame de fundo de olho", comentou.

Ele ainda alertou para a perspectiva do crescimento no número de diabéticos no país, em uma estimativa de 23,3 milhões até 2040. "O sistema público demora de três a seis meses para realizar

uma consulta, enqua­­nto no privado pode ser no mesmo dia ou até em um mês. Temos médi­cos capacitados e equipamentos, mas nossos desafios são a agilidade e a prevenção das complicações", disse.

A coordenadora de advocacia da Associação de Diabetes Juvenil Diabetes Brasil (ADJ), Vanessa Pirolo, considera o diagnóstico precoce e o monitoramento fundamentais para evitar a retinopatia. "Sabemos que 90% dos diabéticos possuem o tipo 2 da doença. A partir da adesão ao tratamento e da educação, é possível ter uma vida plena, sem complicações", declarou.

Na análise da médica e coordenadora do projeto de Implantação da Política Nacional de Assistência Integral à Pessoa com Doenças Raras no Estado de São Paulo, o sistema médico é capaz de absorver a demanda. "A linha de cuidados com o diabetes prevê periodicidade da avaliação oftalmológica. Os profissionais estão disponíveis nos 57 Ambulatórios Médicos de Especialidades (AMEs), que diagnosticarão e indicarão o tratamento necessário", afirmou.

Além dos citados, a mesa foi composta pela médica voluntária da ADJ Denise Ludovico, a fundadora da Retina Brasil e da Retina São Paulo Maria Júlia Araújo, o representante do deputado Chico Sardelli (PV) Paulo Turci, o diretor regional da Federação Paulista de Handebol Reinaldo Barreiros e a secretária técnica da Secretaria de Saúde do Estado Simone Keiko Shiine.