Comissão de Direitos Humanos da Assembléia entrega Prêmio Santo Dias de 2007


10/12/2007 21:38

Compartilhar:

Marlene Taveira Cintra, deputados Rafael Silva e Vanderlei Siraque<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/03-2008/SANTO DIAS PREMIO mmy (53).jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Os deputados presentes lembraram fatos da vida do operário Santo Dias e da comoção que sua morte causou, há 27 anos, quando foi morto pela repressão numa manifestação de metalúrgicos<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/03-2008/SANTO DIAS PUBL mmy (49).jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Sessão solene comemora entrega do Prêmio Santo Dias <a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/03-2008/SANTO DIAS MESA mmy (1).jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

Com a presidência do deputado Vanderlei Siraque (PT), aconteceu nesta segunda-feira, 10/12, sessão solene com a finalidade de entregar o Prêmio Santo Dias à Associação de Deficientes Visuais de Ribeirão Preto, Adevirp, pelos relevantes serviços prestados à comunidade não só da sua cidade de origem, Ribeirão Preto, mas também a 22 outros municípios em que ela atende deficientes visuais.

O prêmio, em sua 11ª. edição, é oferecido anualmente à entidade ou pessoa que teve atuação destacada em defesa dos direitos humanos no Estado, e a Comissão de Direitos Humanos entendeu que, ao atender deficientes visuais e integrá-los à sociedade, a Adevirp pratica a defesa de seus direitos.

O prêmio foi recomendado pelo deputado Rafael Silva (PDT), que enalteceu a obra da entidade, e foi entregue a Marlene Taveira Cintra, presidente da Adevirp.

Os deputados presentes lembraram fatos da vida do operário Santo Dias e da comoção que sua morte causou, há 27 anos, quando foi morto pela repressão numa manifestação de metalúrgicos. José Cândido (PT) comentou que na oportunidade, liderava uma greve em Suzano e todos foram surpreendidos pela notícia da morte do colega da pastoral operária. Ele parabenizou a Assembléia pela instituição do prêmio há 11 anos.

Na presente edição do prêmio, a Unesco e o Conselho Parlamentar pela Cultura de Paz participaram da comemoração e, como comentou o deputado José Augusto (PSDB), essas e novas entidades podem reforçar a importância da premiação.

O evento contou ainda com a presença do deputado Cido Sério (PT) e participaram da Mesa coordenadora dos trabalhos, Claudia Coan, da Unesco, Meridite Cristovão Oliveira, da Conpaz, o deputado Rafael Silva, Marlene Tamira Cintra, a homenageada, e presidindo os trabalhos o deputado Vanderlei Siraque.