Crise financeira pode levar a fechamento de campus da Unesp


11/02/2019 11:25 | Atividade Parlamentar | Da assessoria do deputado Raul Marcelo


Mais de 12 mil servidores da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp) ainda não receberam o 13º salário, segundo o sindicato dos funcionários. E para piorar, a imprensa da região noticiou o possível fechamento do campus em Registro. Diante disso, o deputado Raul Marcelo, por meio de requerimento protocolado na sexta-feira (8/2), cobrou esclarecimentos por parte do governo estadual.

"Enquanto países desenvolvidos se esforçam para universalizar o acesso ao ensino superior, o Estado de São Paulo, o mais rico da federação, caminha na contramão disso. Em vez de ampliar os serviços públicos e investir no desenvolvimento da educação, o governo paulista planeja fechar uma das poucas estruturas que atende a região de Registro", lamentou Raul Marcelo.

De acordo com funcionários, a crise financeira que atinge a universidade vem de longa data e atrasa o pagamento do 13º salário dos servidores. Em 22/1, o Conselho Universitário aprovou uma indicação de parcelamento do pagamento do 13º salário de 2018 aos funcionários, que seria pago 50% em fevereiro e a outra metade maio. No próximo dia 14/2, será realizada uma nova reunião para discutir a proposta de fazer o pagamento do décimo terceiro dos servidores em duas parcelas.

O campus da Unesp em Registro, inaugurado em 2003, possui quase 400 alunos matriculados em dois cursos: engenharia agronômica e engenharia de pesca.