Deputados ouvem dirigentes da Fundação para o Remédio Popular


12/03/2019 19:00 | Comissão | Laysla Jacob Foto: Marco Antonio Cardelino

Durval de Moraes Jr, Afonso Celso de Barros Santos e Edmir Chedid<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-03-2019/fg231006.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Parlamentares na comissão<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-03-2019/fg231007.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Parlamentares na comissão<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-03-2019/fg231013.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Afonso Celso de Barros Santos<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-03-2019/fg231011.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Durval de Moraes Jr<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-03-2019/fg231012.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Edmir Chedid preside a comissão<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-03-2019/fg231010.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Comissão de Saúde<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-03-2019/fg231009.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

Com a finalidade de esclarecer denúncias de irregularidades que envolvem a Fundação para o Remédio Popular (Furp), a Comissão de Saúde recebeu na terça-feira (12/3) dirigentes da instituição. O encontro, realizado no plenário Tiradentes da Alesp, contou com a presença de Afonso Celso de Barros Santos, atual superintendente da fundação, e de Durval de Moraes Junior, ex-superintendente. O advogado da Furp, José Adriano Noronha, também esteve presente para depor.

A deputada Beth Sahão (PT), autora do requerimento que propôs o convite, questionou a existência de um aditivo no valor de R$ 22 milhões em contrato que a Furp se propôs a pagar. "Não é pouca coisa. Queremos saber por que o jurídico da fundação não se manifestou nesse processo e não contestou o pagamento ou o valor", disse. Segundo José Noronha, o aditivo tratou-se de um reequilíbro financeiro, e esse débito foi reconhecido pelos órgãos responsáveis.

Também foi abordada a declaração dada por uma empreiteira de que teria repassado propina a ex-empregados da Furp durante processo de licitação. Noronha explicou que o processo tramita em sigilo, e por isso a fundação não o acompanha.

O presidente da comissão, deputado Edmir Chedid (DEM), perguntou aos convidados se a fundação realizou sindicância interna para também apurar a questão " ao que o advogado respondeu negativamente.

Afonso Santos comprometeu-se a retornar à Casa e prestar todos os esclarecimentos necessários, e disse que será aberta uma sindicância interna para apurar as denúncias de recebimento de propina.

A reunião foi a última desta legislatura. "A Comissão de Saúde fecha esse período com bons resultados. Ouvimos secretários de estado, presidentes de empresas, realizamos CPIs. Hoje tivemos a presença de representantes da Furp. Eles deram explicações e agora cabe à Alesp aprofundar-se no assunto", definiu Edmir Chedid.

Além dos citados, estiveram presentes os deputados Analice Fernandes, Antonio Carlos Junior e Hélio Nishimoto (todos do PSDB), Beth Sahão, Carlos Neder e Marcos Martins (todos do PT) e Julio Cesar (PR).