Alesp aprova projeto que cria abono para servidores públicos


13/08/2019 21:42 | Plenário | Ines Jordana - Foto: José Antonio Teixeira

Plenário Juscelino Kubitschek<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-08-2019/fg237945.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Plenário Juscelino Kubitschek<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-08-2019/fg237946.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Plenário Juscelino Kubitschek<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-08-2019/fg237947.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

Os deputados estaduais aprovaram em Plenário nesta terça-feira (13/8) o Projeto de Lei Complementar 55/2019 que beneficia funcionários públicos do Estado. A medida impede que servidores recebam salários abaixo do mínimo estabelecido no país. "Estamos criando o abono para que ninguém ganhe menos do que o piso estadual, e consequentemente mais que o piso nacional", explicou o deputado Carlão Pignatari (PSDB).

A deputada Marina Helou (REDE) também se manifestou favorável à proposta. "O projeto traz uma compensação justa para que os servidores do Estado possam receber no mínimo o piso".

Segundo justificativa, a proposta mantém a remuneração no setor público semelhante ao que vem sendo praticado para o setor privado. De autoria do governador João Doria, o PLC segue agora para sanção.