Bares e restaurantes deverão ter cardápios adaptados para deficientes visuais


14/06/2019 19:36 | Projeto aprovado | Inês Jordana

Compartilhar:

Projeto de Lei 741/2013<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-06-2019/fg235906.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

Um projeto de lei aprovado na quinta-feira (13/6) pelos deputados paulistas obriga bares, lanchonetes e restaurantes do Estado a oferecem cardápios em braile e impresso de fonte ampliada para facilitar a consulta de pessoas portadoras de deficiência visual, baixa visão e visão subnormal. "A oferta de um cardápio em braile e fonte ampliada é um ato de cidadania e respeito a deficientes visuais", disse o autor da proposta, deputado Rafael Silva (PSB), que é deficiente visual e já encontrou muita dificuldade ao sair para comer fora de casa.

Ainda segundo o parlamentar, essas aplicações facilitam na independência e autonomia das pessoas que saem para comer lanches e refeições diariamente. "É uma forma de mostrarmos aos deficientes visuais que alguém se preocupa com a forma que ele vive. É importante para que eles possam ler e escolher o prato por si mesmos", concluiu.

O deputado Jorge Wilson Xerife do Consumidor (PRB) aplaude a medida do colega. "É de fundamental importância. Todos nós somos consumidores, inclusive os que tem alguma dificuldade para enxergar. Uma fonte com maior clareza é benéfica para todo cidadão e o projeto", comentou.

De acordo com a proposta, o investimento na adaptação do cardápio será de responsabilidade do dono do estabelecimento. O Projeto de Lei 741/2013 segue agora para a sanção do Governador.