Coronel Telhada comenta sobre incêndio em Araçatuba


15/04/2019 15:54 | Plenário | Da Redação - Foto: José Antonio Teixeira

Coronel Telhada<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-04-2019/fg232756.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

Durante seu tempo na tribuna do Pequeno Expediente desta segunda-feira (15/4), o deputado Coronel Telhada (PP) falou sobre o incêndio em uma loja de Araçatuba, ocorrido na última sexta-feira (12/4).

O acidente resultou na morte do sargento Júlio César Delfino (35 anos) - soterrado pelos escombros do edifício -, e deixou o bombeiro Alex Silva de Abreu (32 anos) gravemente ferido, com quase 30% do corpo queimado. Até então, Alex estava internado em estado grave. "São Paulo talvez seja o único lugar no mundo onde o Corpo de Bombeiros é subordinado à Polícia Militar. Isso não pode acontecer", disse.

Além disso, citou a briga entre são-paulinos e corintianos, na manhã do último domingo (14/4), que deixou quatorze torcedores feridos - seis deles em estado grave.

O parlamentar também lembrou os 107 anos desde o naufrágio do navio Titanic (15 de abril de 1912) e a libertação do campo de concentração alemão Bergen-Belsen, realizada por tropas britânicas há 74 anos (15 de abril de 1945).

Telhada destacou ainda o falecimento do policial militar Rafael Bruzadin Rezende (34 anos), que estava em coma há quase três meses. Rafael estava de folga quando foi baleado após reagir a uma tentativa de assalto na zona leste de São Paulo.