Edinho do Kemel busca apoio para solucionar problemas com enchentes


15/04/2019 12:01 | Atividade Parlamentar | Da assessoria do deputado Rodrigo Gambale

Rodrigo Gambale (ao centro)<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-04-2019/fg232748.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

Com o objetivo de unir forças e amenizar a situação caótica que a região enfrenta com as enchentes e alagamentos, o vereador e presidente do Podemos afro estadual e da sigla no município de Poá, Luiz Eduardo Oliveira Alves, o Edinho do Kemel, procurou o deputado Rodrigo Gambale, a fim de intermediar soluções efetivas para os transtornos causados pelas fortes chuvas no Alto Tietê, sobretudo, Poá, cidade onde está vereador. A visita ao escritório político do deputado ocorreu na última sexta-feira (12/4), em Ferraz de Vasconcelos e contou com a participação do parlamentar poaense Deneval Dias do Nascimento.

"Poá tem sido castigada com a intensidade das águas que vêm de Ferraz de Vasconcelos nos dias em que ocorrem fortes chuvas. Nossa cidade tem feito a lição de casa, porém, as cidades vizinhas precisam ter o mesmo cuidado, caso contrário, não há piscinão que suporte o volume de água. Neste último alagamento, as águas não chegaram ao destino do piscinão deixando alagadas diversas ruas da cidade", enfatizou Edinho do Kemel.

"Acreditamos em seu trabalho enquanto deputado e que poderá nos auxiliar nessa luta, por ser da região e conhecer de perto os problemas que a população enfrenta", disse Deneval Dias.

O deputado Rodrigo Gambale, por sua vez, colocou-se à disposição e indicou a criação de uma Frente Parlamentar de Combate às enchentes.

"Em breve faremos o lançamento dessa Frente na Alesp e esperamos contar com o apoio de toda região, câmaras, autoridades e população. Esse será um trabalho em conjunto. A ideia é apresentar e concretizar alternativas que não sejam apenas paliativas, mas, efetivas e que, de fato, resolvam a questão, que assola os municípios há anos", destacou Gambale.