Fibromialgia é tema de debate na Alesp


17/05/2019 15:54 | Evento | Luiz Rheda - Fotos: José Antonio Teixeira

Thiago Auricchio, Sandra Santos, José Roberto Provenza e Gilberto Orsolan Jaques<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-05-2019/fg234303.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Thiago Auricchio, Sandra Santos, José Roberto Provenza e Gilberto Orsolan Jaques<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-05-2019/fg234301.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Gilberto Orsolan Jaques<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-05-2019/fg234302.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Thiago Auricchio, Sandra Santos, José Roberto Provenza e Gilberto Orsolan Jaques<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-05-2019/fg234300.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Público presente<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-05-2019/fg234304.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

Propostas de políticas públicas na área de seguridade social voltadas aos doentes de fibromialgia foram discutidas em encontro realizado nesta sexta-feira (17/5) no auditório Franco Montoro por especialistas, autoridades e pacientes.

Dentre os temas abordados, esteve o investimento em saúde para diagnóstico e tratamento da doença e a Reforma da Previdência que tramita no Congresso Nacional com o impacto na concessão de aposentadorias e benefícios pelo Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS).

A fibromialgia é uma doença crônica, ainda de origem desconhecida, que causa fortes dores em todo o corpo. Devido a dificuldade em se definir o diagnóstico, não existem dados consolidados da doença no país. Entretanto, a Associação Brasileira dos Fibromiálgicos estima que três por cento da população brasileira sofra com a enfermidade, que atinge, em sua maioria, mulheres de 34 a 57 anos.

Para o deputado Thiago Auricchio (PR), organizador do evento, a situação de pessoas nessa condição é muito delicada e merece mais atenção por parte do Poder Público. "As pessoas com essa doença sentem muita dor e não possuem o atendimento adequado em diversos locais", explicou.

O parlamentar é autor do Projeto de Lei 426/2019, que garante a prioridade no atendimento à pessoa com fibromialgia nos estabelecimentos públicos e privados em todo o estado. Na prática, a medida permite que pessoas com a doença tenham preferência, por exemplo, nas filas de supermercado.

A proposta está em análise na Comissão de Constituição, Justiça e Redação. Se aprovada por essa e outras comissões pelas quais deve tramitar, a matéria será levada para votação em Plenário.

Também participaram do evento o deputado federal Ricardo Izar (PP), a diretora geral da Associação Brasileira dos Fibromiálgicos, Sandra Santos, o presidente da Sociedade Brasileira de Reumatologia, José Provenza e o advogado previdenciário, Gilberto Orsolan.