Diretora da Cetesb apresenta planos de gestão à Comissão de Meio Ambiente


19/06/2019 17:47 | Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável | Lucas Pascoto - Fotos: Marco Antonio Cardelino

Patrícia Iglecias e Caio França<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-06-2019/fg236085.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Caio França preside a comissão<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-06-2019/fg236086.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Patrícia Iglecias<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-06-2019/fg236087.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Monica da Bancada Ativista, Bruno Ganem, Carlão Pignatari, Adalberto Freitas e Dirceu Dalben<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-06-2019/fg236088.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Patrícia Iglecias e Caio França	<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-06-2019/fg236089.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-06-2019/fg236090.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

A utilização de uma cava subaquática para depósito de resíduos na Baixada Santista foi questionada pelo presidente da Comissão de Meio Ambiente, Caio França (PSB), na quarta-feira (19/6), quando a diretora-presidente da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), Patrícia Iglecias, compareceu à reunião do órgão técnico para apresentar um balanço dos primeiros meses de sua gestão à frente da companhia.

Um dos temas debatidos no encontro foi a construção da cava subaquática na região da Baixada Santista. Patrícia Iglecias afirmou que o licenciamento da estrutura levou em conta diversos aspectos técnicos. "Na época o que se verificou foram às alternativas locacionais, é importante frisar que a Baixada Santista não tem espaço para a colocação de resíduos", lembrou.

Caio França demonstrou preocupação com essa estrutura. "Vamos acompanhar sempre de perto. De fato, causa muita estranheza um depósito de resíduos em baixo da água, na minha avaliação, deveríamos evitar a utilização das cavas".

Ao iniciar sua exposição, Patrícia esclareceu: "a principal ideia é falar um pouco do que a Companhia Ambiental vem fazendo nesse ano, desde os trabalhos relacionados ao licenciamento ambiental para a construção de grandes obras até os programas ligados a qualidade do ar que existe no estado".

Além dos citados estiveram presentes os deputados: Adalberto Freitas, Bruno Ganem, Carlão Pignatari, Dirceu Dalben, Monica da Bancada Ativista e Sebastião Santos.