Deputado diplomado aponta educação e agronegócio como prioridades em seu mandato

Lucas Bove recebeu cerca de 130 mil votos nas eleições de 2022
20/01/2023 17:20 | Entrevista | Da Redação - Foto: Carol Jacob

Compartilhar:

Deputado diplomado Lucas Bove<a style='float:right;color:#ccc' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-01-2023/fg294833.jpg' target=_blank><i class='bi bi-zoom-in'></i> Clique para ver a imagem </a> Deputado diplomado Lucas Bove em entrevista<a style='float:right;color:#ccc' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-01-2023/fg294834.jpg' target=_blank><i class='bi bi-zoom-in'></i> Clique para ver a imagem </a>

O deputado diplomado Lucas Bove (PL) participou, nesta sexta-feira (20), do programa "Estúdio Alesp" para falar sobre as expectativas e os desafios do mandato. O parlamentar será empossado na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo em 15 março.

Parte da maior bancada da Alesp nesta nova legislatura, Bove afirmou que suas principais bandeiras são educação e agronegócio, além do respeito às liberdades individuais. "São temas de suma importância para o Estado de São Paulo", disse.

Ele falou também que suas propostas irão ao encontro das ideias do governo na questão do ensino técnico profissionalizante e na modernização do currículo escolar. "Já no agronegócio, a gente vai lutar para ter uma desburocratização a fim de facilitar a vida daqueles que geram emprego e renda para o Estado", contou.

Ainda durante a entrevista, Lucas falou como espera se relacionar com outros parlamentares da Assembleia Legislativa, incluindo a oposição. Para ele, o diálogo tem que ser sempre respeitoso, educado e republicano. "Eu pretendo chegar a essa Casa com muito respeito aos outros, respeito às diferenças, à democracia. A gente sabe que existem pessoas aqui dentro que pensam diferente e precisa ser assim, precisa ter essa discussão".

Segundo o deputado diplomado, o maior desafio será conhecer como funciona, na prática, a Casa Legislativa e seus trâmites. "Eu estou tendo apoio de muitos parlamentares que já são daqui e já estou estudando, me aprofundando", disse.

Outro assunto abordado foi a privatização. Lucas Bove afirmou que é a favor. "Infelizmente, o Estado é ineficiente e eu acho que a gente não vai conseguir consertar isso da forma que precisa ser feito. Eu acredito que a nova gestão, com esse fôlego novo, será complementada com a iniciativa privada", opinou.

A entrevista na íntegra está disponível no canal da Rede Alesp no Youtube.

alesp