Após aprovação da Alesp, pagamento do Abono-Fundeb é regulamentado

Cerca de R$ 1,6 bilhão será direcionado aos profissionais da educação do Estado de São Paulo
21/12/2021 13:01 | Regulamentação | Karina Freitas - Foto: José Antônio Teixeira

Compartilhar:

Plenário Juscelino Kubitschek <a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-12-2021/fg280600.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Plenário Juscelino Kubitschek <a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-12-2021/fg280601.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Plenário Juscelino Kubitschek <a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-12-2021/fg280602.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Plenário Juscelino Kubitschek <a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-12-2021/fg280603.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Plenário Juscelino Kubitschek <a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-12-2021/fg280604.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

O Executivo publicou, no último sábado (18/12), no Diário Oficial do Estado de São Paulo, o decreto que regulamenta a Lei Complementar 1.363/2021, que concede o Abono-Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica) a professores da rede estadual de ensino, aprovada no começo do mês pelos parlamentares da Assembleia Legislativa paulista.

A quantia destinada para a bonificação será de R$ 1,6 bilhão. O valor poderá sofrer acréscimo, caso constatado excesso de arrecadação no exercício de 2021, desde que não seja ultrapassado o limite de 70,1% dos recursos disponíveis na conta estadual do Fundeb.

O abono será distribuído a integrantes do Quadro do Magistério, da Secretaria da Educação, titulares de cargos; e professores substitutos. Já estagiários da rede oficial de ensino e servidores que tenham frequência individual inferior a dois terços dos dias de efetivo não serão agraciados.

A concessão será proporcional aos dias de exercício na rede estadual. O pagamento da primeira parcela será baseado na frequência e na carga horária semanal entre os meses de janeiro e novembro, e para a parcela complementar, nos meses de janeiro e dezembro de 2021.

O montante a ser pago a cada servidor será definido a partir do valor-hora do abono, que será calculado dividindo-se R$ 1,6 bilhão pela somatória das médias semanais, em 2021, de horas trabalhadas dos servidores. Pessoas que tiveram de zero a seis faltas no período de apuração, por exemplo, receberão um percentual de 100% do valor a que têm direito. Essa porcentagem diminui baseada no número de faltas.

O decreto ainda especifica que o abono será pago em três parcelas.

Alesp

O projeto que deu origem à Lei Complementar 1.363/2021 foi aprovado pelos parlamentares da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo em 1º de dezembro. Na ocasião, o líder do governo na Alesp, Vinicius Camarinha (sem partido), explicou que existem planos, por parte do Executivo, de incluir novas categorias para receber o Abono-Fundeb.