Irregularidades no Hospital de Vila Nova Cachoeirinha

As matérias da seção Atividade Parlamentar são de inteira responsabilidade dos parlamentares e de suas assessorias de imprensa. São devidamente assinadas e não refletem, necessariamente, a opinião institucional da Assembleia Legislativa de São Paulo.
22/05/2020 14:57 | Atividade Parlamentar | Da assessoria da deputada Leticia Aguiar

Leticia, Nakashima, Adriana, Neri e Telhada<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-05-2020/fg249123.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

Os deputados que compõem o Parlamentares em Defesa do Orçamento (PDO) estiveram, na terça-feira, 19/5, no Hospital Geral Vila Nova Cachoeirinha para conferir uma denúncia, encaminhada pelo senador Major Olímpio, de supostas irregularidades apontadas por um técnico de enfermagem, que terá a identidade preservada, entre elas a falta de EPI e descaso com profissionais infectados pela Covid-19. No local, o grupo constatou que os equipamentos são, de fato, insuficientes e encontrou ainda outras irregularidades.

No momento da visita, havia poucos usuários circulando nas dependências do hospital, muitos leitos vazios e camas, inclusive novas, empilhadas nos corredores.

De acordo com informações do diretor técnico de saúde, Seme Sadala Sarraff, o equipamento conta com 188 leitos, entre enfermagem, UTI e retaguarda. No período de 20/3 a 14/5, o hospital atendeu 4770 pessoas e registrou 45 óbitos por Covid-19. Atualmente, dos 22 leitos de UTI, 17 estão ocupados. Ao todo, são 1.070 profissionais de saúde, sendo 65 atuando na UTI. O diretor afirmou que 26 trabalhadores estão afastados por contaminação pela Covid, sendo três médicos.

Os deputados constataram ainda profissionais trabalhando, em ala de contaminação, sem o uso de máscara.

Diante de tudo o que foi apurado, o grupo solicitou cópia dos comprovantes de recebimento dos materiais e encaminhará ofício à Promotoria da Saúde solicitando providências.

O PDO é um grupo de fiscalização dos gastos do governo nesta pandemia. É formado pelos deputados Sargento Neri, Marcio Nakashima, Coronel Telhada, Coronel Nishikawa, Adriana Borgo, Leticia Aguiar e Ed Thomas.