Com inscrições abertas, programa Bolsa Empreendedor é oportunidade de renda para desempregados

As matérias da seção Atividade Parlamentar são de inteira responsabilidade dos parlamentares e de suas assessorias de imprensa. São devidamente assinadas e não refletem, necessariamente, a opinião institucional da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.
22/10/2021 12:49 | Atividade Parlamentar | Da assessoria do deputado Vinícius Camarinha

Compartilhar:

Vinícius Camarinha<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-10-2021/fg276845.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

Mais uma importante oportunidade social está à disposição da população, o programa Bolsa Empreendedor, voltado para desempregados ou MEIs ((Microempreendedores Individuais) em situação de vulnerabilidade em todo o estado. "Em meio à crise econômica que as famílias estão passando, principalmente neste período pandêmico, onde muitas pessoas perderam seus empregos, uma chance de renda e qualificação para mais de 45 mil pessoas", disse o líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Vinicius Camarinha.

As inscrições para o programa devem ser realizadas pelo site www.bolsadopovo.sp.gov.br até o dia 24 de outubro. "Cada bolsa vai pagar R$ 1 mil e em duas parcelas de R$ 500. Para ter acesso à oportunidade, os autônomos devem participar de um curso gratuito de empreendedorismo do programa Empreenda Rápido, com frequência mínima de 75%. Todos também devem obter formalização como MEI ou outra natureza jurídica, ou seja, as pessoas terão a chance de uma renda e de qualificação", destacou Vinicius.

O parlamentar ainda completou que o governo paulista está investindo R$ 100 milhões no projeto, com prioridade para mulheres, jovens, pretos e pardos, indígenas e pessoas com deficiência, que também vão receber qualificação e migrar para o mercado formal. O objetivo é apoiar autônomos impactados pela crise da covid-19, impulsionar novos empreendimentos e incentivar a retomada de pequenos negócios no estado de São Paulo.

"Essa etapa do Bolsa Empreendedor deve beneficiar, direta e indiretamente, cerca de 180 mil pessoas. Todos os moradores do estado, maiores de 18 anos, alfabetizados e que estão atualmente desempregados ou são MEI, podem se inscrever no portal do Bolsa do Povo. No caso dos microempreendedores, essa categoria vai receber qualificação e, assim, migrar para o mercado formal".

Em caso de dúvidas, o cidadão pode entrar em contato na Central de Atendimento: 0800 7979 800, de segunda a sexta, das 8h às 18h. O atendimento eletrônico é 24h pelo (11) 98714-2645 - WhatsApp.