Semana Nacional do Trânsito: projetos na Alesp buscam reduzir acidentes e mortes

Semana Nacional do Trânsito: projetos na Alesp buscam reduzir acidentes e mortes Após seis anos, número de acidentes fatais no trânsito voltaram a subir no Estado de São Paulo neste ano
24/09/2021 16:57 | Campanha | Lucas Martins

Compartilhar:

Imagem ilustrativa (Foto: Freepik)<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-09-2021/fg274799.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

A Semana Nacional de Trânsito, que se encerra neste sábado, dia 25 de setembro, trouxe um importante alerta aos paulistas: os acidentes fatais no trânsito do Estado de São Paulo voltaram a crescer em 2021, após seis anos consecutivos de queda.

Neste ano, o Estado registrou, até agosto, média de 12,5 acidentes fatais por dia, totalizando 3.032 casos. O número é 4% a mais se comparado com os contabilizados no mesmo período de 2020. Os dados são do Infosiga-SP, banco de informações sobre acidentes de trânsito do governo estadual.

Na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, existem dois projetos de lei em tramitação que visam reduzir o número de acidentes e mortes no trânsito. O primeiro deles é o Projeto de Lei 495/2021, de autoria da deputada Leci Brandão (PC do B), que obriga os funcionários dos postos de combustível a informarem sinais de embriaguez dos condutores de veículos às autoridades policiais. A iniciativa foi enviada à Comissão de Constituição, Justiça e Redação e aguarda para ser apreciada.

A outra propositura é o Projeto de Lei 1059/2019, do deputado Rodrigo Gambale (PSL), que visa instituir campanhas de orientação permanentes a motociclistas, que, segundo o Infosiga, são as principais vítimas de acidentes de trânsito. O projeto foi aprovado na Comissão de Transportes e Comunicações, e aguarda para ser votado na Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento.

O número crescente de acidentes fatais deve-se, principalmente, ao relaxamento das medidas de isolamento social adotadas em razão da pandemia de Covid-19. No Estado, a quarentena foi decretada no dia 22 de março de 2020. Entre abril e agosto do mesmo ano, aconteceram 1.805 acidentes fatais, número 9,3% inferior se comparado aos 1.973 acidentes registrados no mesmo intervalo em 2021.

Semana

Durante a Semana Nacional de Trânsito, os órgãos de trânsito estaduais programaram ações educativas a fim de promover o bom comportamento no trânsito e buscar a redução dos óbitos, que também estavam em queda desde 2015.

A Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), por exemplo, promoveu blitze em pontos de travessia de pedestres nas rodovias concedidas no Estado para averiguar se as sinalizações e as iluminações estão adequadas. Em 2021, os pedestres são o terceiro grupo que mais morrem em acidentes de trânsito, ficando atrás somente dos condutores de motocicletas e de automóveis.

"Garantir a segurança dos usuários que passam pela malha concedida é a prioridade número um da Artesp e das concessionárias. A Semana Nacional de Trânsito é uma oportunidade importantíssima para incentivar as ações socioeducativas e o bom comportamento de trânsito. Contamos com o apoio de todos os públicos por um trânsito mais seguro", disse Milton Persoli, diretor-geral da Artesp.

O Detran.SP, por sua vez, promoveu ações educativas durante a semana, entre blitze de educação de trânsito nos CEUs (Centros Educacionais Unificados) e escolas estaduais, e campanhas de prevenção em painéis eletrônicos nas estradas.