Maioria da população é contra liberação de drogas


26/02/2018 11:16 | Da assessoria do deputado Campos Machado


A luta da Frente Nacional Contra a Liberação da Maconha e da Cocaína, criada pelo deputado Campos Machado, há cerca de um ano, começa a mostrar resultados práticos. O Instituto Paraná Pesquisas ouviu a população brasileira nos 26 Estados e no Distrito Federal e apurou que 64,6% dos brasileiros são contra a legalização da maconha no Brasil.

Em outra pesquisa, mais de 70% dos brasileiros disseram ser contra a posição do ministro Luis Roberto Barroso, do STF, que defende a liberação da maconha como forma de diminuir a superlotação dos presídios e combater os traficantes. 

Foi exatamente essa posição do ministro Barroso, da mais alta corte do país, que motivou o deputado Campos Machado a criar a Frente, que hoje coleciona cerca de cem mil assinaturas em abaixo-assinado e mais de 600 moções de Câmaras Municipais, em repúdio à possível liberação das drogas no Brasil.

"A droga tem o poder de destruir vidas e milhares de famílias vivem esse drama todos os dias. O STF está julgando dois processos que podem liberar as drogas no país. Em um deles, a votação foi interrompida por pedido de vistas, depois que começamos a nos mobilizar. Mas já são três votos a zero favoráveis a esse absurdo, e está em jogo a família e o futuro dos nossos jovens. Será que vão querer transformar o Brasil numa imensa cracolândia?", questionou o deputado Campos Machado.