Deputado propõe reserva de recurso no Orçamento do Estado de 2022 para construção de Hospital Regional em Campinas

As matérias da seção Atividade Parlamentar são de inteira responsabilidade dos parlamentares e de suas assessorias de imprensa. São devidamente assinadas e não refletem, necessariamente, a opinião institucional da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.
30/11/2021 15:20 | Atividade Parlamentar | Da assessoria do deputado Dirceu Dalben

Compartilhar:

Reunião do Conselho de Desenvolvimento da RMC<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-11-2021/fg279181.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

O deputado estadual Dirceu Dalben (PL) está propondo a reserva de R$ 400 milhões no Orçamento do Estado de 2022 para a construção de um novo complexo hospitalar na região de Campinas, em parceria com a Unicamp. O parlamentar apresentou emenda ao Projeto de Lei 663/2021, que segue em tramitação na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. Além disso, teve participação, nesta segunda-feira (29/11), na reunião do Conselho de Desenvolvimento da RMC (Região Metropolitana de Campinas), em Cosmópolis, onde comunicou aos prefeitos sobre o trabalho que vem sendo realizado.

"A proposta deste Hospital Regional é atender a mais de 70 municípios, ampliando a oferta de vagas e leitos para a população. O objetivo é reduzir a espera dos moradores na chamada ?fila Cross? (Central de Regulação de Oferta de Serviços de Saúde). A estrutura da Unicamp - que é referência no atendimento em Saúde para a região de Campinas, todo nosso estado e país - permanece a mesma há aproximadamente 35 anos. Neste período, a demanda nas unidades próprias da universidade mais que dobrou, acompanhando o crescimento populacional da região. Por isso, a necessidade de se investir na ampliação da estrutura, para que possamos oferecer um atendimento cada vez mais digno, ágil e humanizado à população", ressaltou o deputado.

Além de prefeitos da RMC e do diretor-executivo da Agemcamp (Agência Metropolitana de Campinas), Odair Dias, também participaram da reunião em Cosmópolis o reitor da Unicamp, Profº Antonio José Meirelles (Tom Zé), e o diretor da Área da Saúde da Unicamp, Dr. Oswaldo Grassiotto, que agradeceram ao Deputado Dalben pela parceria e empenho. Dirceu Dalben esteve reunido com os dois em julho, quando conheceu o projeto do complexo hospitalar, com capacidade para 400 leitos.

No mês seguinte (agosto), o deputado intermediou reunião entre a Unicamp e o secretário estadual da Casa Civil, Cauê Macris. O Governo do Estado sinalizou positivamente para a implantação do hospital e Dalben apresentou emenda ao projeto de Lei Orçamentária Anual - conforme também foi solicitado pela reitoria da Unicamp em audiência pública realizada pela Alesp em setembro, em Campinas, presidida por Dalben.

O projeto

O projeto do Hospital Regional de Campinas prevê uma estrutura para 400 novos leitos. Para a construção da unidade, a Unicamp pretende ceder ao Estado uma área de 40 mil metros quadrados, que faz parte da Fazenda Argentina, integrando o futuro hospital ao complexo do seu Hospital de Clínicas (HC). Segundo a universidade, os atendimentos de emergência e de média complexidade poderão ser realizados no novo hospital e a alta complexidade ficaria concentrada no HC.

Ainda de acordo com a Unicamp, o custeio do futuro Hospital Regional está estimado em aproximadamente R$ 300 milhões ao ano. Durante a reunião em Cosmópolis, o deputado estadual Dirceu Dalben defendeu que a maior parte das despesas (pelo menos 80%) seja de responsabilidade do Estado e União, e o restante (20%), dividido proporcionalmente entre os 72 municípios da área de abrangência do novo hospital regional.

"Contem sempre com nosso mandato e nosso empenho para que este novo complexo hospitalar, com mais 400 leitos à população, saia do papel o mais breve possível!", finalizou o deputado.