Moeda de valor

PLENÁRIO
07/07/2004 19:15


"Há muitos anos a Assembléia não vivia momentos tão significativos", afirmou a deputada Maria Lúcia Prandi (PT), congratulando-se com a organização dos estudantes e do movimento pela valorização das universidades presente nas galerias do plenário. Para ela, a luta da escola pública é uma luta em defesa do conhecimento. "O conhecimento é a moeda de maior valor e não há conhecimento sem ciência". Segundo Prandi, "a USP, Unicamp, Unesp, são responsáveis por 50% das pesquisas do Brasil como um todo. Se não prestarmos atenção a isso, colocamos em risco a produção de conhecimento, a prestação de serviço à sociedade". A deputada afirma que os investimentos em educação não chegam a 4% do PIB. "Enquanto entidades privadas pagam aproximadamente R$15 a hora/aula a seus professores, o salário de entidades como as Fatecs são tão baixos que chegam a ferir a dignidade e a categoria do ensino público".