Deputado quer campanha permanente de desarmamento


25/10/2004 14:05


A campanha publicitária pelo desarmamento termina daqui a dois meses, mas o deputado Luis Carlos Gondim (PL) propõe, em moção encaminhada ao presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT), que a campanha se torne permanente.

A moção de Gondim foi publicada no Diário Oficial da Assembléia Legislativa em 26 de março de 2003, cinco meses e seis dias antes do presidente Lula lançar a atual Campanha Publicitária pelo Desarmamento. "O curioso é que esta moção tramitou na Assembléia durante um ano e sete meses e só agora foi aprovada pela Comissão de Segurança Pública. Mesmo assim, a propositura se mantém atual e pode oferecer uma grande contribuição contra a violência, pois pede uma campanha permanente de desarmamento", diz o parlamentar.

Gondim justifica o pedido lembrando que os índices de violência no País atingiam níveis alarmantes, principalmente em relação aos delitos cometidos com armas de fogo: "O sofrimento de amigos e familiares de milhares de vítimas é imenso e os efeitos dessa violência são desastrosos", afirma o deputado.