Sem mudança não há esperança

PLENÁRIO
02/02/2005 18:40


Arnaldo Jardim (PPS) falou sobre manchete do jornal O Estado de S. Paulo que declara que o país ultrapassou o seu próprio superávit comercial e vem mantendo o ritmo de exportações. A propósito de tal notícia, o parlamentar mostrou um documento de seu partido, com o título "Sem mudança não há esperança", que sugere mudanças nos rumos da economia. Segundo o parlamentar, não podemos nos acomodar com índices favoráveis, pois, "não há sentido em se medir desenvolvimento econômico em números, mas em qualidade de vida". Para Jardim, não se vê nenhuma medida de reestruturação tributária que incida sobre o capital, e sim apenas sobre os setores de mão-de-obra. Para ele, apesar de mudanças serem sempre apregoadas pelas lideranças governamentais, "Henrique Meirelles é a versão piorada de Gustavo Franco". O documento do PPS apresentado por Jardim propõe um arranjo político nacional que trate da reforma efetiva do Estado, defendendo a revisão das políticas sociais adotadas e a reestruturação tributária que permita a retomada dos investimentos no país.