Indicação pede interferência de Lula na expansão do Pólo Petroquímico de Capuava


01/07/2004 15:44


Da assessoria do deputado Donisete Braga

O deputado Donisete Braga (PT) quer a interferência direta do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que avancem as negociações comerciais para a expansão das indústrias do Pólo Petroquímico de Capuava, há 4 meses na dependência de um acordo comercial com a Petrobrás para fornecimento de gás de refinaria.

Objetivando sanar a pendência, o parlamentar enviou na quarta-feira, 30/6, uma indicação ao presidente Lula e um ofício à ministra das Minas e Energias, Dilma Roussef. Para o deputado, a demora nas negociações entre a Petrobrás e o Pólo já está incomodando o Grande ABC. "Até quando vão prorrogar isso?" Questiona o deputado, que também está pedindo audiência com a ministra para tratar do assunto.

Nos documentos enviados, Braga enfatiza que a expansão do Pólo Petroquímico é fundamental para a recuperação econômica e desenvolvimento tecnológico e industrial da região, fomentando a geração de empregos e acelerando a cadeia produtiva de plástico e borracha. Lembra ainda que a expansão envolve investimentos de U$ 300 milhões até 2007.

Zoneamento Industrial

O deputado mencionou também que há quase dois anos, em 25 de julho de 2002, foi editada a Lei n. º 11.217, de sua autoria, que alterou a lei de zoneamento industrial da Região Metropolitana de São Paulo (Lei 1817/78), permitindo a ampliação, implantação e alteração de processos produtivos, anteriormente proibidas, sem prejuízo da qualidade ambiental. "A Região Metropolitana está pronta para retomar o crescimento industrial", finalizou Braga.

dpbraga@al.sp.gov.br