Luz acesa

PLENÁRIO
07/07/2004 19:17


"Nós queremos votar a LDO no tempo normal, de dia, sem sessão extraordinária, com a luz acesa, para que cada deputado venha ao microfone ou ao painel para dizer se está do lado de São Paulo", cobrou Sebastião Arcanjo (PT) de seus colegas deputados. Tiãozinho fez uma análise da evolução da dívida paulista nos últimos anos, condenando principalmente o processo de privatização dos serviços públicos que, em sua opinião, resultaram num considerável aumento de despesas para o bolso da população paulista. Além disso, criticou a alegação do governo de que faltam recursos para investir na Educação, "enquanto, no projeto da LDO, consta uma proposta de aumento da renúncia fiscal que chega a 2%."