Para Rosmary Corrêa, fragilidade das autoridades e endeusamento dos criminosos contribuem para aumento da violência

PLENÁRIO
03/09/2001 18:34


A deputada Rosmary Corrêa (PMDB) disse que Alberto Calvo tem todo o direito de se indignar. Ela lamentou que as pessoas tenham tido de mudar seus hábitos de vida por causa da insegurança em São Paulo. Segundo Rosmary, no governo Quércia a segurança era a 7.ª preocupação do paulista, e no governo Fleury a 5.ª, mas hoje alterna o 1.º lugar com o desemprego. A deputada disse que tem ouvido explicações de que os criminosos têm migrado de um tipo de crime para outro. "Isso não é consolo. Queríamos nós que não migrasse para lugar nenhum. Que os criminosos fossem é para a cadeia." Ela afirmou que o desemprego e a pobreza não são desculpa para o aumento da violência. "Por quê? Todo pobre agora é bandido?", perguntou. Para ela, o que tem levado a isso é a fragilidade das autoridades constituídas. Rosmary ressaltou a falta de planejamento da polícia e o endeusamento dos criminosos. "É vergonhoso. É triste para mim, que sou policial há mais de 28 anos neste Estado." A deputada disse que quer voltar ao tempo em que se podia usar jóia e sair sem medo para comer pizza. Ela pediu melhores salários para os policiais.