Prandi critica política educacional e pede o fim da progressão continuada

PLENÁRIO
04/09/2001 19:28


A deputada do PT Maria Lúcia Prandi criticou a política educacional do governo do Estado, inclusive o Parceiros do Futuro. "Estamos vendo nas escolas níveis de violência jamais vistos", disse ela. Para Maria Lúcia, "precisamos da desprivatização das universidades, porque 85% dos alunos do terceiro grau freqüentam universidades privadas". A deputada disse ainda que espera que "essas maravilhas mencionadas" possam melhorar os índices de aprovação dos alunos da rede estadual nas universidades públicas. Prandi pediu o fim da progressão continuada nas escolas públicas: "Estamos produzindo analfabetos escolarizados." Em resposta à deputada, Sidney Beraldo afirmou: "Sou daqueles que preferem aluno na escola, mesmo com algumas dificuldades, do que fora dela."