Postos irregulares em São Paulo são interditados

Deputado credita à CPI dos Combustíveis maior rigor na fiscalização
18/09/2001 15:37


DA ASSESSORIA

O deputado Arnaldo Jardim (PPS), relator da CPI dos Combustíveis, constituída na Assembléia Legislativa com o objetivo de identificar fraudes e apurar irregularidades no mercado de combustíveis, anunciou na segunda-feira, 17/9, que, nos últimos dias, seis postos foram fechados no Estado de São Paulo.

Estes postos foram interditados por determinação da Agência Nacional do Petróleo (ANP) por diversas razões. Alguns deles, por terem apresentado combustível fora da especificação (particularmente por problema de baixa octanagem), o que compromete o funcionamento do motor e a utilização do combustível. Outros três postos foram fechados por falta de segurança nas instalações. Um deles chegou a apresentar alto índice de benzeno adicionado à gasolina.

Para Arnaldo Jardim, que recebeu o comunicado da ANP, ocorre hoje maior empenho na fiscalização deste setor no Estado de São Paulo em conseqüência, em grande parte, do trabalho desenvolvido pela CPI dos Combustíveis. Os postos interditados são: Autoposto Leão Vip Ltda. (Jabaquara); Autoposto Silvestone Ltda. (José Menino); Auto Serviços Monte Serrat Ltda. (Jabaquara); Autoposto Cohen Ltda. (Vila São José); Autoposto Musketo Ltda. (Vila Guilherme); Posto de Serviços Souza Ltda. (Santana).