Definido consórcio para pavimentação de estradas rurais no Vale do Ribeira


05/09/2001 15:34


DA ASSESSORIA

Foi definida a instituição do Consórcio Pró-Estrada do Vale do Ribeira, formado por seis municípios e através do qual serão pavimentadas as estradas rurais, providência inédita que viabilizará o escoamento da produção regional.

Os últimos detalhes foram articulados durante reunião na última segunda-feira, 3/9, agendada pelo deputado Edmur Mesquita, vice-líder do PSDB na Assembléia Legislativa, entre o secretário de Estado da Agricultura e Abastecimento, João Carlos Meirelles, e os prefeitos de Itariri, José Neto Fernandes, presidente do consórcio; de Miracatu, Itamar Mendonça; de Iguape, João Cabral Muniz; de Pedro de Toledo, Nelson Tanahara, além de representantes da prefeitura de Peruíbe, Vinicius Camba de Almeida, e de Ilha Comprida.

"O consórcio, que será formalizado com o governador Geraldo Alckmin, prevê a doação de quatro máquinas aos municípios, por intermédio da Companhia de Desenvolvimento Agrícola de São Paulo (Codasp). A empresa, ligada à Secretaria da Agricultura, dará assistência técnica às prefeituras e treinará os operadores das máquinas", disse Edmur, tem sido interlocutor das reivindicações do Vale do Ribeira nas secretarias e empresas estatais.

De acordo com o secretário Meirelles, estão prontos 51 dos 80 consórcios em formação no Estado. "Pela primeira vez na história do país se dá atenção às estradas rurais". O modelo de consórcio inclui a contrapartida mensal de R$ 1.450,00 de cada município, que será depositado num fundo a ser gerido pelos próprios prefeitos.

"Trata-se de uma poupança que vai perpetuar o programa, pois ao término de um ano os seis municípios terão cerca de R$ 104 mil depositados na conta do consórcio, dinheiro que poderá ser empregado na compra de outras máquinas", afirmou Edmur.

Segundo o deputado, João Meirelles autorizou a celebração de programas de pontes metálicas nas estradas vicinais, outro pedido dos prefeitos. "Neste caso, a contrapartida dos municípios é a construção das cabeceiras das pontes", disse Edmur, acrescentando que o programa objetiva a colocação de duas mil pontes na malha de 240 mil quilômetros de estradas rurais de todo o Estado. "O secretário garantiu ainda que o programa Melhor Caminho, associado ao das pontes e com a mesma finalidade de facilitar o escoamento da produção, será instalado nos municípios no próximo ano".