Parlamentar participa de evento sobre o setor sucroalcooleiro


27/10/2004 16:06


O líder do PPS na Assembléia Legislativa, deputado Arnaldo Jardim, recebeu na terça feira 26/10, o presidente da CANAOESTE, plantadores e fornecedores de cana e da COCRED, cooperativa de crédito do setor, segunda maior cooperativa no Brasil, Manoel Carlos Azevedo Ortolan. Durante o encontro, Ortolan informou ao deputado que a cooperativa comemora 35 anos de trabalho junto ao setor agrícola e, para celebrar a data, será lançada uma revista comemorativa.

O presidente da CANAOESTE afirmou, ainda, que os plantadores de cana tiveram muitas dificuldades no início deste ano devido ao baixo preço do açúcar e do álcool. Com este quadro, muitos fornecedores ficaram devendo para as usinas, que iniciaram a safra nova cobrando dos fornecedores uma parcela da dívida.

A recuperação do setor e o biodísel

De acordo com Ortolan, o setor começou a se recuperar no segundo semestre, principalmente com a redução do ICMS do álcool hidratado de 25% para 12,5%, com o empenho do deputado Arnaldo Jardim.

Para Ortolan, outro fator de destaque para os fornecedores de cana é o uso de soja e amendoim para a produção do biodiesel. Essa culturas são utilizadas em rotação com a de cana de açúcar. Acredita-se, assim, que no Estado de São Paulo o biodiesel deve começar a ser processado nas próprias regiões canavieiras.

Arnaldo Jardim também participou da Feira Internacional do Setor Sucroalcooleiro - Feisucro 2005, ocorrida nesta terça-feira, no Salão do Automóvel, em São Paulo. Durante o evento, Jardim afirmou que "hoje o setor sucroalcooleiro representa entre 34% e 36% de toda a renda agrícola do Estado de São Paulo. Esse índice demonstra a importância do setor para economia paulista e reflete os maciços investimentos em pesquisa e tecnologia e na adoção de uma gestão profissional, que acabaram por garantir ao setor sucroalcooleiro a liderança mundial na produção de açúcar e álcool. Precisamos nos empenhar e aperfeiçoar as regras de mercado para garantir uma maior inserção dos produtos da cadeia produtiva sucroalcooleira no mundo globalizado", comentou Jardim.