Deputada questiona fechamento de oficinas culturais


05/05/2015 16:46 | Da assessoria da deputada Márcia Lia

Compartilhar:


Márcia Lia (PT) utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa, no dia 29/4, para questionar o governador Geraldo Alckmin sobre o fechamento de oficinas culturais. Segundo ela, há informações sobre encerramento de atividades em nove cidades, provocando demissões de funcionários.

"Não queremos as nossas oficinas fechadas. Ao contrário, queremos que elas sejam ampliadas, que assistam ainda mais crianças e adolescentes. Como as oficinas culturais podem onerar o maior orçamento da União, o do Estado de São Paulo? Gasta-se muito mais mantendo jovens na Fundação Casa do que investindo em cultura e educação. É preciso inverter as prioridades", frisou Márcia Lia.

Márcia, que é membro da Frente Parlamentar em Defesa da Cultura, mencionou ofício que recebeu da Câmara Municipal de Araraquara, assinado pelo seu presidente Elias Chediek. Segundo o documento, a Oficina Lélia Abramo, que foi inaugurada em 2006, está na iminência de fechar. Em Araraquara, durante a gestão de Edinho Silva, quando Márcia foi secretária de Governo e coordenadora de Participação Popular, mais de 5 mil crianças foram atendidas em oficinas nos bairros com aulas de dança, desenhos, artes plásticas, música, entre outros.

Antes da manifestação na tribuna, Márcia participou do lançamento da Frente Parlamentar em Defesa da Cultura, coordenada pelo deputado João Paulo Rillo (PT) e pela deputada Leci Brandão (PCdoB).

marcialia@al.sp.gov.br