Opinião: Polícia firme e defensora do cidadão, às vezes, incompreendida


17/06/2016 15:53 | Coronel Camilo*


O cidadão de São Paulo quer uma polícia que seja firme com o infrator da lei, seja ele maior ou menor. Seja ele quem for. Quer, ainda, uma polícia protetora do cidadão de bem. Esse sim sempre merecerá nosso respeito!

Os policiais se expõem e se comprometem a defender as pessoas com o sacrifício da própria vida. Esse ano, 30 já morreram defendendo os cidadãos de São Paulo. Além disso, eles estão expostos a serem processados, sem qualquer assistência jurídica do Estado.

Os policiais ganham salário irrisório, estão sem reajuste salarial há dois anos e não são reconhecidos pelo Governo. Mesmo assim desenvolvem, graças ao sentimento de dever a cumprir, um excelente trabalho para a população. Basta ligar 190 que a PM sempre irá atender " sem olhar a quem.

Para fazer esse trabalho tão digno, a Polícia Militar procura sempre se aperfeiçoar para proporcionar o melhor atendimento. São 150 mil ligações diárias ao COPOM, que geram 15 mil despachos de viaturas para atender os moradores em situações mais adversas com ações rápidas e decisões tomadas em poucos segundos.

Além de nossos patrulheiros enfrentarem diariamente o crime, a Polícia Militar, em grandes comunidades, é a única salvação para as famílias, onde outros órgãos do Estado não chegam. A PM socorre parturientes, faz mediação de conflitos, atua em incêndios, enchentes e acidentes de qualquer proporção.

Mais que isso: o policial precisa tentar manter-se vivo para poder voltar em segurança para seu lar. Antes de ser policial e sair para as ruas, ele é um cidadão, que tem família, preocupações, desejos e aflições.

Muitos criticam a polícia, mas a PM, inegavelmente, é o sustentáculo da democracia. Observem que em todos os Poderes e importantes instituições: Assembleia Legislativa, Judiciário, Ministério Público e Câmara Municipal, querem a presença da polícia. O fato é que ninguém abre mão da segurança proporcionada por ela.

É a PM que tem o difícil trabalho de, nas grandes manifestações, estabelecer limites aos cidadãos a fim de que os que se manifestem não vilipendiem o direito das demais pessoas que precisam ir e vir para o trabalho, para uma consulta médica, uma internação ou uma entrevista de emprego. Às vezes, um protesto sem limites e escrúpulos se transforma em verdadeira desgraça para quem nada tem a ver com aquela reivindicação. E, por força de lei, cabe à PM fazer esse árduo trabalho que nem sempre é compreendido.

Infelizmente ainda temos muitos que vem a público criticar a Instituição. Mas podem ter certeza que em uma emergência serão os primeiros a ligar 190. Mais ainda: a despeito de todas essas críticas, a despeito de todas essas dificuldades para fazer o seu trabalho, a Polícia Militar irá atender a todos. Seja quem for.

Fica aqui também o meu descontentamento com as pessoas que criticam o trabalho policial com interesses escusos, movidas por vaidade, dentre elas o nosso Ouvidor da Polícia, que é pago pelo Estado para exercer uma função e extrapola suas atividades.

Sonho com um momento em que os cidadãos de bem, especialmente os policiais, sejam reconhecidos pela importante missão que exercem perante a sociedade em todas as camadas sociais. A Polícia é composta por gente oriunda do povo. Defende a democracia e sempre preservará o direito à ordem e à vida.

*Coronel Alvaro Camilo, líder de bancada do PSD