Da Tribuna


23/06/2016 18:00 | Da Divisão de Taquigrafia da Assembleia


CORONEL TELHADA - Pede apoio de seus pares para a celeridade na apreciação do PLC 23/2016, de autoria do governador, para o qual tece elogios. Considera que os quadros da PM precisam ser repostos, devido ao alto índice anual de baixas e à inconstância e insuficiência do número de policiais atuantes, para atender a população do Estado. Solicita ao governador Geraldo Alckmin que atenda as necessidades de reposição salarial do funcionalismo público.

LUIZ CARLOS GONDIM - Faz apelo ao governo do Estado para que pague as verbas autorizadas por meio de emendas legislativas às Santas Casas, antes do prazo limite. Tece comentários sobre as más condições de atendimento em unidades da Santa Casa. Comenta dificuldades enfrentadas por pacientes oncológicos para realização de seus tratamentos de saúde, por impedimentos dos planos de saúde ou por dificuldades enfrentadas pelo SUS.

CARLOS GIANNAZI - Informa a ocorrência de reunião da Frente Parlamentar em Defesa das Universidades Públicas. Comenta participação do reitor da Unesp, professor Julio Cezar Durigan. Destaca reivindicações de servidores e, sobretudo, de alunos, por investimentos a fim de garantir a permanência na universidade. Ressalta situação precária de moradias estudantis no campus de Presidente Prudente. Critica a gestão do reitor Julio Cezar, que tem punido alunos em greve. Tece comentários a respeito da gestão democrática da Educação. Combate iniciativas de Marco Antonio Zago, reitor da USP.

CORONEL CAMILO - Relata reunião da Conseg de Perdizes em que foi discutida a ocorrência de pancadões em frente à PUC. Faz apelo ao governador para que a lei dos pancadões seja regulamentada. Faz elogios ao projeto de lei que visa regular o ingresso às carreiras da PM. Critica a proposta de limitação de idade para ingresso na Academia Barro Branco, projeto para o qual apresentou emenda. Pede reconhecimento da importância do trabalho policial para a defesa do estado democrático de direito. Faz críticas à ausência de reajustes salariais dos policias.

JOOJI HATO - Comenta a falência de cidades e estados brasileiros, com comércios e empresas sendo fechadas. Expôs a respeito da reconstrução do Japão após a destruição causada pelas bombas atômicas. Anuncia a realização de homenagem ao Japão no dia 9/8. Faz considerações sobre a necessidade de apoio da população brasileira ao presidente interino Michel Temer, que considera um meio para que o País supere a crise pela qual passa, a exemplo do que ocorreu no Japão.

CAUÊ MACRIS - Informa que analisou o relatório de votação do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo acerca do orçamento para o ano de 2015. Mostra e comenta slide constante do documento elaborado pelo relator do projeto, Sidney Beraldo, sobre o crescimento real das receitas e despesas primárias do estado. Faz comparações da crise econômica brasileira com a situação do Estado de São Paulo. Tece elogios à gestão pública, promovida pelo governador Geraldo Alckmin.

CARLOS GIANNAZI - Cumprimenta as comunidades indígenas, ambientalistas e representantes de movimentos sociais do Estado de São Paulo presentes nas galerias. Tece críticas ao PL 249/2013, que julga como forma de privatização de parques, florestas e cavernas, e como crime ambiental, com prejuízos às populações indígenas, caiçaras e quilombolas. Anuncia audiência pública para discutir os efeitos dessa aprovação. Comenta ações da oposição contra o projeto. Critica a gestão do governador Geraldo Alckmin e desta Casa, pelo apoio à adoção de políticas de privatização.