Questionamento à CPI da fosfoetanolamina


24/10/2017 15:00 | Da assessoria do deputado Pedro Tobias

Compartilhar:


O deputado Pedro Tobias questionou esta semana no plenário da Alesp a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o Instituto do Câncer, presidido pelo professor Paulo Hoff, maior autoridade de câncer no Brasil.

Os parlamentares membros da CPI estariam dispostos a encontrar falhas na pesquisa do Icesp que apontou a ineficácia da fosfoetanolamina, a chamada "pílula do câncer".

Experiente médico mastologista, Pedro Tobias cobrou maior responsabilidade do Parlamento paulista e menos demagogia. "Eu sou médico de câncer e fui operado de câncer. Tem algum deputado cientista aqui ? Nós somos legisladores e não podemos denegrir a imagem do maior pesquisador e oncologista deste país, Paulo Hoff", afirmou o deputado.

Pedro Tobias declarou que foram aplicados cerca de R$ 40 milhões de recursos públicos na séria pesquisa para mostrar que a fosfoetanolamina não cura câncer. Nós, médicos, ficamos tristes quando perdemos um paciente. Queremos curar, mas não podemos curar com demagogia. Não é correto envolver pacientes que têm doenças em fase terminal, bem como seus familiares. A pesquisa do Icesp foi séria e provou que esta pílula não cura câncer", finalizou seu discurso.