Audiências Públicas - Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo

Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo

Audiência Pública de RM SP/ Sub-regiões Sudoeste, Oeste e Norte em 2016
Participante Área
Erick Pietro Dias SEGURANÇA
Sugestão As principais reivindicações são relacionadas a reposição de efetivo na Policia Civil de Osasco: Jd Baronesa, Jd Helena,Rochdale, Iapi, Vl Yolanda, Pres Altino e demais localidades, aumento de verbas para contratação imediata dos concursados aprovados. A Polícia Civil está defasada em mais de 4 mil servidores, com faltas principalmente de escrivães e investigadores; todas as Delegacias de Osasco falta servidores, o que resulta num péssimo atendimento a população. Segundo os munícipes para fazer um boletim de ocorrência o cidadão demora em torno de 3 a 4 horas para ser atendido, se tiver flagrante ´no DP ele é instruído a voltar outro dia, sendo que o procedimento demora no máximo 30 minutos. Pleito: AUMENTO DE DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA PARA A POLICIA CIVIL DE SÃO PAULO. Do jeito que esta, OSASCO E REGIÃO NÃO CONSEGUEM DAR UM ATENDIMENTO EFICIENTE A POPULAÇÃO.
Participante Área
Maria Valeria Damas SEGURANÇA
Sugestão Bom dia! Envio esta sugestão, pois é grave a situação d segurança oferecida pelas empresas de telefonia e provedores de emails. Pago email particular do uol, tenho email da Microsofth que no momento não em deixa acessar em outro local que não seja este computador, pois diz que a senha não confere. Recebo diariamente sms no meu celular que não são para mim. As empresas dde telefonia fazem parte de um tipo de cartel que joga MARCAS nas fotos de minha família e de minhas fotos e rouba e prejudica pessoas. O crime é tão bem planejado que a gente fica sendo enganada até por aqueles que deveriam dar informações corretas. O Banco Itaú participa desta malandragem de telefonias e mesmo sendo avisados por mim, continuam até hoje enviando coisas que aparentemente parecem star certas. As empresas de telefonia me jogam em qualquer tipo de rede e não me deixam comunicar sem que joguem os vídeos que lhes é conveniente jogar na rede. Um cego se aproveita da fragilidade do sistema. Quero participar ao vivo das discussões na Assembléia e poder relatar ao vivo todos os lugares onde procurei ajuda ( PPROCON, JUIZADO e outros). Nada resolve , pois as empresas de telefonia não cumprem sequer o que enviaram através de cartas e a resposta dada ao PROCOM. Elas ficam oferecendo descontos e promoções maravilhosas através do meu celular ( nada é para mim na verdade) é só para entrar com propaganda. MInha proposta é que exista uma perícia emergencial para consumidores que não se prorrogue por anos e onde eu possa levar meu celular e este computador e a resposta da validação dos meus emails em locais com segurança saia de imediato. Enquanto o Brasil permitir que publicitários troquem pessoas por vídeos ou produtos de supermercados nada ganharão com isso, ao contrário caíram em problemas. Eu sou a solução. Quando me ouvirem e virem a barbaridade de comunicação entenderam que é urgente respeitar a consumidora e penalizar as empresas de telefonia e cegos oportunistas do sistema que usam cPF alheio de forma indevida causando mil estragos na rede e na vida pessoal e profissional das pessoas. Não sou deficiente , mas venho tendo problemas por conta da falta de segurança na rede e proteção das empresas de telefonia com sistemas de acessibilidade que obstruem a justiça e as investigações corretas , transformando parentes e contatos em produtos de supermercado. Não sou também marca da rede Globo.Sou gente e como toda cidadã brasileira quero o fim da impunidade de políticos e qualquer pessoas que cometa crimes e envolva familiares e contatos em confusão e ainda permaneçam impunes em seus covardes atos de abuso de poder e situação pública.
Participante Área
Maria Valeria Damas PODER LEGISLATIVO
Sugestão Criação de um fundo de reserva financeiro para catástrofes Neste momento difícil que o Brasil atravessa apresento a seguinte proposta para melhoria financeira de cada Estado com autonomia . Que os Deputados e Senadores comecem dando o exemplo e doando 10% de seus salários em contas administradas pelo Governo de cada Estado, porem fiscalizadas pela população. O Projeto seria temporário e no prazo de um ano para verificar o êxito ou não. O doador poderá declarar tal doação em seus imposto de renda e após a criação de um fundo de reserva para catástrofes em cada Estado , os Deputados e Senadores incentivariam através das redes sociais que todos os funcionários públicos doassem 10 %. Não seria obrigatório, a medida que não somos um Ditadura ou um Comunismo que não deixa opção para as pessoas. Porem , todos que aderissem ao fundo de reserva teriam seus nomes divulgados num site de transparência de cada Estado, para que a população tivesse conhecimento de quais Deputados e Senadores colaboram com a virada financeira. Os mesmos solicitariam ao público ouvinte e leitor de alguma rede social onde isso fosse divulgado, o pedido de adesão para outros funcionários públicos de outras áreas , Judiciário e Executivo. Todos os Estados teriam desta forma um fundo de reserva e a população saberia quem é quem. Quando se mexe no bolso, descobre-se rápido quem realmente colabora com as mudanças. Depois as redes sociais incentivariam artistas, músicos, jornalistas , etc a doar 10% do salário para o fundo de reserva. Expondo a adesão espontânea de cada servidor público, artista, jornalista , etc incentivaria outros a fazer o mesmo. Cada Governo teria seu caixa independente da União , fruto de doação e sem nenhum tipo de licitação poderiam agir de imediato em qualquer catástrofe. As licitações públicas como todos sabem envolve cartéis. Os Prefeitos e Governadores comprar coisas para escolas e outros lugares que saem mais caro do que o preço para por um consumidor. São apenas cartéis as licitações . O fundo de reserva seria fiscalizado por pessoas do povo de áreas profissionais diferentes e todo uso do dinheiro seria divulgado em redes sociais. Esse seria um bom uso das redes sociais. Outra sugestão é que manifestantes que queimam pneus em avenidas e locais públicos poluindo o ar e obrigando o corpo de bombeiro a gastar água para apagar o fogo , fossem identificados pela polícia e ficassem sem água temporariamente em suas casas , como forma de reflexão dos desastres econômicos que causam com ações impensadas e desprovidas de bom senso. O Legislativo deve sempre dar o exemplo ao povo.Tudo deve começar do Legislativo, para que o Judiciário acompanhe as mesmas ações e o Executivo também. Para mim faz falta 10% no salário. Contudo eu entraria entre os doadores se a ação partisse do exemplo de Deputados e Senadores que ganham muito bem. E assim creio que seria com outras pessoas que querem o melhor para o Brasil.
Participante Área
Gelson José Faria GESTÃO PÚBLICA
Sugestão A Associação de Moradores da Região Central de Caieiras, representada por seu Presidente Gelson José Faria, solicita para que seja INCLUÍDO no Orçamento Estadual de 2017, VERBA, proporcionando viabilizar a aplicação da Lei Complementar n° 1.274, de 17 de Setembro de 2015, que altera a denominação dos Foros Distritais do Interior, ocorrida após grande mobilização no município de CAIEIRAS, bem como, nos demais municípios que também serão ELEVADOS à categoria de COMARCA. Caieiras, ¿Cidade dos Pinheirais¿, 24 de maio de 2016.
Participante Área
Magnun Igo dos Santos CIÊNCIA E TECNOLOGIA
Sugestão A FATEC Carapicuíba, precisa de investimentos em pesquisa tecnológica para as áreas de Tecnologia da Informação, como o desenvolvimento forense para jogos digitais, segurança para internet e desenvolvimento de aplicativos para a educação básica, nos quais tem esparsos recursos investidos, principalmente nos laboratórios de robótica e de games no curso superior tecnológico de Jogos Digais no campus, sendo que os alunos deste curso precisarão da bolsa permanência.
Participante Área
Magnun Igo dos Santos TRABALHO
Sugestão Precisa-se na sub-região Oeste Metropolitana de São Paulo, políticas públicas de inclusão de PCD (pessoas com deficiência) no mercado de trabalho da região, principalmente aos portadores de deficiência intelectual, como autistas, que tem algumas dificuldades na entrada e recolocação neste mercado, sendo que há muitos preconceitos nos ambientes de trabalho, mesmo após a vigência da lei de cotas.
Participante Área
Magnun Igo dos Santos TRABALHO
Sugestão Precisa-se na sub-região Oeste Metropolitana de São Paulo, políticas públicas de inclusão de PCD (pessoas com deficiência) no mercado de trabalho da região, principalmente aos portadores de deficiência intelectual, como autistas, que tem algumas dificuldades na entrada e recolocação neste mercado, sendo que há muitos preconceitos nos ambientes de trabalho, mesmo após a vigência da lei de cotas.
Participante Área
Magnun Igo dos Santos TRANSPORTES E INFRAESTRUTURA VIÁRIA
Sugestão Os moradores dos bairros Jardim Novo Horizonte, Parque Santa Teresa, em Carapicuíba, Recanto das Rosas e Jardim Santa Maria, em Osasco, e Cotia, precisam de integração no transporte público metropolitano para ir e vir dos locais de trabalho e estudo entre as regiões, uma vez que há um deslocamento significativo na região, assim como há um grande uso de transporte privado individual, onde se tornam constantes os congestionamentos no Rodoanel Mário Covas (trecho de Carapicuíba) e na Rodovia Raposo Tavares.
Participante Área
Luciana Casciny Pacífico CIÊNCIA E TECNOLOGIA
Sugestão Senhores Deputados, Solicitamos considerar no orçamento para 2017 um maior aporte de recursos ao IPT ¿ Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo, garantindo um equilíbrio de 50 % de recursos do GESP e 50 % de obtenção de recursos próprios, por meio das atividades de prestação de serviços de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação aos setores produtivos, atualmente a relação é de 35 % de recursos do GESP e 65 % de recursos próprios. A alteração da atual proporção tem como finalidade básica permitir que o Instituto cumpra sua missão estatutária de apoio ao setor produtivo e principalmente apoio tecnológico na elaboração e cumprimento de políticas públicas do Estado de São Paulo, atendendo cada vez mais e melhor as demandas da sociedade. Atenciosamente, Ros Mari Zenha Presidente do Conselho de Representantes dos Empregados do IPT ¿ Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo - CRE/IPT