Audiências Públicas - Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo

Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo

Audiência Pública de AU de Jundiaí em 2016
Participante Área
Samuel Calebe Souza SEGURANÇA
Sugestão As principais reivindicações são relacionadas a reposição de efetivo na Policia Civil de Jundiaí, Louveira, Anhangabau, Vila Boa Ventura, Ponte Campinas, Ponte de São João e demais localidades, aumento de recursos para contratação imediata dos concursados aprovados, a Polícia Civil está defasada em mais de 8 mil homens e mulheres, com faltas principalmente de escrivães e investigadores; todas as Delegacias de Jundiaí está faltando servidores, o que resulta num péssimo atendimento a população. Segundo os munícipes para fazer um boletim de ocorrência o cidadão demora em torno de 3 a 4 horas para ser atendido, sendo que o procedimento demora no máximo 30 minutos. Pleito: AUMENTO DE DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA PARA A POLICIA CIVIL DE SÃO PAULO, JUNDIAÍ E REGIÃO NÃO ESTÃO PODENDO DAR UM ATENDIMENTO EFICIENTE A POPULAÇÃO.
Participante Área
Ana Laura Fernandes de Morais Aguiar PODER JUDICIÁRIO
Sugestão Bom dia, Como mediadora e ciente da aprovação da lei estadual n. 15804/15, que dispõe sobre o abono e a jornada dos Conciliadores e Mediadores, exceto seu artigo quarto, o qual foi vetado, gostaria de saber que providências estão sendo tomadas no que tange especificamente à regulamentação, à aprovação da remuneração desses profissionais! Obrigada e no aguardo de uma resposta.
Participante Área
PAULO EDUARDO ATAIDE MARTINS PODER JUDICIÁRIO
Sugestão Srs., é inegável o auxílio que estão prestando os Conciliadores e Mediadores ao desafogamento do Judiciário na resolução de milhares conflitos, tanto na esfera pré-processual como em processos já em curso através dos CEJUSC's e nas diversas Varas de Família e Cíveis em todo o Estado de São Paulo. Assim sendo, é inconcebível que não haja nenhuma remuneração a estes dedicados profissionais, obrigando-os a efetuarem com seus próprios recursos, despesas diversas, tais como: refeições, estacionamento, vestuário, transporte, dentre outros; sem que haja nenhum reconhecimento do Estado ao excelente auxílio prestado. Assim, solicitamos todo o empenho dos Srs. Deputados, para que seja incluído no orçamento de 2017, a verba necessária à contrapartida do Estado ao excepcional trabalho que estão prestando todos os Mediadores e conciliadores atuantes no Estado de São Paulo.