04/05/2009 - 14a Solene

"HOMENAGEM AO DIA DO HERÓI POLICIAL MILITAR"
Íntegra da Sessão publicada no Diário Oficial em 16/05/2009:

Resumo da Sessão
Presidência : FERNANDO CAPEZ
1 - FERNANDO CAPEZ
Assume a Presidência e abre a sessão. Nomeia as autoridades presentes. Informa que esta sessão solene foi convocada pela Presidência efetiva, por solicitação do Deputado Fernando Capez, com a finalidade de homenagear o "Dia do Herói Policial Militar". Convida o público presente a ouvir, de pé, o Hino Nacional Brasileiro.
2 - OLÍMPIO GOMES
Deputado Estadual, fala do projeto aprovado por esta Casa, que vai marcar o "Dia do Herói Policial Militar" e saúda as esposas e filhas do soldado Lamas e do Cabo João Marcelo. Diz que a sociedade e o povo paulista são muito gratos e reconhecem a bravura dos policiais dispostos a morrer pelo cumprimento do dever.
3 - JOÃO BARBOSA
Deputado Estadual, fala em nome da Igreja Universal do Reino de Deus e pede a Deus que os guarde e que os proteja. Agradece por tudo o que os policiais têm feito pela vida e pelas pessoas.
4 - Presidente FERNANDO CAPEZ
Refere-se ao cartesianismo do século XVII, a doutrina de René Descartes, para quem tudo tinha que ser demonstrado, a não ser o espírito, citando a frase "penso, logo existo.
5 - CONTE LOPES
Deputado Estadual, diz que faz um trabalho em defesa da Polícia Militar, nesta Casa, e que foi contra o auxílio localidade, que cria salários diferenciados para a Polícia Militar. Fala da morte de policiais pelo PCC e saúda os seus familiares presentes a essa solenidade. Exige que as autoridades constituídas valorizem os policiais, que perdem a vida em defesa da sociedade.
6 - WALTER PAULO SABELLA
Subprocurador-Geral e representante do Procurador-Geral de Justiça, Dr. Fernando Grella Vieira, diz que o policial militar é um herói, pela própria natureza filosófica que embasa a sua função, que envolve desprendimento e doação para que a sociedade continue a existir. Afirma que os heróis trabalham não só para o presente, mas também para o futuro.
7 - Presidente FERNANDO CAPEZ
Fala sobre a vida do Coronel PM Danilo Antão Fernandes, subcomandante da Polícia Militar, que é um herói vivo da Polícia Militar, que sobreviveu a um grave ataque.
8 -  DANILO ANTÃO FERNANDES
Coronel PM, subcomandante da PM, neste ato representando o Comandante Geral da Polícia Militar, Coronel PM Álvaro Batista Camilo, registra que a Polícia Militar começou em 15 de dezembro de 1831, com 130 homens, combateu em todo o território nacional e avançou pelo Império como Força Pública. Fala dos soldados Lamas, José Marcelo, e Edson e do Cabo Elias, que tombaram no cumprimento do dever. Afirma que todos os policiais militares estão no combate da criminalidade, porque essa é a sua vida e a sua luta.
9 - Presidente FERNANDO CAPEZ
Lê a síntese histórica do Capitão PM Alberto Mendes Júnior e a justificativa da lei 13.026, de 21/05/08, que criou o "Dia do Herói Policial Militar", a ser comemorado, anualmente, no dia 10 de maio. Agradece a presença de todos os familiares dos heróis PM, os oficiais e os praças da Polícia Militar. Anuncia homenagem com entrega de uma placa, aos familiares dos "Heróis PM", nove policiais que tombaram no cumprimento do dever. Anuncia a execução do Toque de Silêncio em homenagem aos "Heróis PM". Diz que, nesta sessão solene, não se celebrava a morte, mas a maneira como esses valorosos homens da Polícia Militar fizeram a sua passagem para um plano superior, e que seus familiares se lembrarão com orgulho de um legado que puderam deixar para todos os seus descendentes. Convida a todos, para ouvir, de pé, o Hino da Polícia Militar. Agradece a todos que colaboram para o êxito desta solenidade. Encerra a sessão.