Mudança no critério de fiscalização do cancro cítrico


25/02/2008 16:45

Reunião na Secretaria da Agricultura reúne citricultores e prefeitos<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/03-2008/BRAGATO Mesa redonda.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

O deputado Mauro Bragato (PSDB) reuniu-se na quarta-feira, 20/2, com o secretário estadual da Agricultura, João Sampaio, para discutir um problema que afeta os citricultores do oeste paulista. Trata-se da fiscalização do cancro cítrico, mal que afeta pomares da região. A intenção principal do encontro foi encaminhar ao secretário documento pedindo a revogação da Resolução 3/2000, da secretaria, para a região oeste de São Paulo. O documento estabelece que, em caso de contaminação acima de 0,5% em relação ao número de plantas dos pomares domésticos da zona rural, todas as plantas cítricas desses pomares devem ser eliminadas, uma atitude considerada radical por todos os agricultores do oeste.

Além disso, Bragato confirma que está propondo a saída do Fundecitrus como órgão fiscalizador e de controle do cancro cítrico na região, passando essa função para o EDA (Escritório de Desenvolvimento Agropecuário). "Nós sabemos que há necessidade do controle, mas está havendo uma desigualdade absurda entre o pequeno e micro-produtor em relação aos grandes", afirmou.

A presença de órgãos representativos dos citricultores e prefeituras da região no encontro com o secretário foi maciça. Participaram da reunião, entre outros, sindicatos e associações de produtores rurais, representantes do curso de Agronomia da Unoeste e da Fetaesp (Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de São Paulo). Também estavam lá associações representativas dos municípios do oeste, como Civap (Consórcio Intermunicipal do Vale do Paranapanema), Amop (Associação dos Municípios do Oeste Paulista), Amnap (Associação dos Municípios da Nova Alta Paulista) e Unipontal (União dos Municípios do Pontal do Paranapanema). Estiveram presentes ainda o diretor do Escritório Regional de Desenvolvimento de Presidente Prudente, Celestino Kiriy, o vice-diretor da Faculdade de Ciência e Tecnologia da Unesp, Antonio Nivaldo Hespanhol, vereadores e prefeitos.



mbragato@al.sp.gov.br