Edital do Trem-Bala poderá sair em três semanas


24/06/2010 19:02

Compartilhar:

Carlinhos falando sobre o impacto do TAV no transporte aéreo<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/06-2010/quintaCARLINHOS1TREMBALA.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

"É importante retomar o modal transporte ferroviário que o Brasil praticamente abandonou, mas não de maneira exclusiva como nenhum outro deve ser. No caso, o transporte ferroviário deve complementar o rodoviário e o aéreo", disse o deputado Carlinhos Almeida (PT), primeiro secretário da Assembleia, no seminário "Transporte Aéreo Regional e Logística Integrada ao Turismo - Asa Sudeste", promovido pela Associação das Empresas de Transporte Aéreo Regional (Abetar), em 18/6, em São José dos Campos.

Carlinhos participou do painel "O TAV e seus Impactos no Transporte Aéreo". Neste mesmo painel, Roberto Garibe, responsável pela subchefia de articulação e monitoramento da Casa Civil do governo federal, deu uma das informações mais aguardadas pelo Vale do Paraíba: o edital de licitação do trem de alta velocidade (TAV), ou trem-bala, que ligará Campinas ao Rio de Janeiro, passando pelo Vale do Paraíba, poderá ser divulgado em três semanas.

Garibe também falou do interesse de empresas estrangeiras em participar das obras do TAV. Segundo ele, pelos menos cinco grupos estrangeiros estão interessados em investir no projeto. "Muitos não acreditam que este novo modal vá sair do papel, mas afirmo que sairá e que as obras deverão ser iniciadas ainda no próximo ano", acrescentou o responsável da Casa Civil por acompanhar o andamento da implantação do TAV.

Conforme ele, São José dos Campos tem grandes chances de ser a sede da E-TAV, empresa estatal que irá administrar o trem-bala brasileiro.



carlinhos@carlinhos.org